lobo e lua

lobo e lua

29.12.07

Conversa de Redação


Noite. Redação do Jornal da Lua. Entram dr. Bruegel, Francisco Freitas e Bill.

Bill – Desta vez, vou gravar nossa conversa. A gente combina as pautas, mas depois vocês vêm com outras histórias, tenho o maior trabalho pra editar. E eu quero passar uns dias na praia. Copacabana, claro!

Dr. Bruegel – Já tá gravando?

Bill – Tá.

Francisco – Então, vamos às pautas para 2008. Mas, nada de ficar desejando “Feliz Ano Novo”, OK?

Bill – Eu desejei “Feliz Natal” pra alguém?

Francisco – Não, mas pode vacilar agora.

Bill – Não tem vacilo. Aqui, nós somos de oposição. Inclusive ao Natal e ao Ano Novo!

Dr. Bruegel – Não vamos falar de amor?

Francisco – Porra, vamos dar um tempo! Essas suas musiquinhas ficaram aí a semana inteira. Chega disso agora! Vai tomar um porre e esquece essa fossa!

Bill – Essa é uma das coisas que eu gostaria de falar nessa reunião. Quando o Bruegel veio sugerir colocar umas músicas durante o Natal, com a intenção de me distrair, pra não publicar nada contra a festa, não me avisou que tinha selecionado 25 composições! Porra, fiquei dois dias pra selecionar 10. E ainda teve gente que achou muito blá-blá-blá. A Amanda Bia, por exemplo. Vejam o comentário dela. Mesmo com 10, ficou um post muito grande.

Dr. Bruegel – Não acho. E o que você vai fazer com as 15 que cortou?

Bill – Publico em outra ocasião. Não vai perder, fica tranqüilo.

Francisco – Então, não vamos tocar em Ano Novo?

Bill – Bom, o que você sugere?

Francisco – Assunto é o que não falta. Acabaram de matar a Benazir Bhutto, lá no Paquistão.

Dr. Bruegel – Também mataram o pai dela e vão matar os filhos também.

Francisco – Cacilda, e a gente fica calado? Matam a Benazir, uma das musas de minha infância, e a gente não comenta nada?

Bill – Temos que falar sim, à nossa maneira. Afinal, Benazir, além de ser uma coroa enxutíssima, era de oposição, não esqueçam disso.

Francisco – Vocês sabiam, meus caros, que, neste exato momento, enquanto os cristãos falsos e verdadeiros estão usando seus presentes de Natal, protestantes e católicos continuam se matando na Irlanda do Norte? Muçulmanos e hindus, na Caxemira; no Sudão, Etiópia, Costa do Marfim e Filipinas, dos países que me lembro agora, são cristãos contra muçulmanos. Religiosos dos mais diversos credos também atiram uns nos outros no Irã, Iraque, Cáucaso, Sri Lanka, Líbano, Índia, Afeganistão, sem falar em Israel e Palestina.

Dr. Bruegel – É verdade. Cada um dizendo que Deus está do lado deles.

Bill – Vou anotar isso. Podemos começar o ano tocando nessa questão de guerra entre religiosos. Mas, se preparem pra ouvir desaforos! O Brasil ainda é um país de maioria cristã. E religião é como futebol: as pessoas brigam pra defender os seus credos, os seus clubes.

Dr. Bruegel – Pois é. Basta ver essa lista que o Chico acaba de nos passar. Por mim, acho melhor a gente evitar esse assunto. Não viu o que deu na Dinamarca? Um cartunista fez um desenho lá, gozando não sei quem, um líder religioso do Oriente, e o pau quebrou! Falar de religião e futebol só dá problema.

Francisco – Qualquer assunto dá problema! Se a gente ficar com medo de falar disso ou daquilo, é melhor fechar esse jornal e montar uma barraca de água de coco na praia, como quer o Bill.

Bill – Epa! Eu não tenho medo de nada! E você não entendeu o que eu disse. Eu disse que podemos manter o blog, sim, mas eu preferia editar na praia. Basta levar um notebook pra Copacabana. A gente vende esse troço aqui, cheio de fios, compra esse tal de sistema wireless, e vai pra praia. Agora, eu tenho que editar, mesmo da praia, porque vocês querem impor seus temas aos leitores, com posts imensos. Um, metendo a lenha em tudo; outro, chorando suas desilusões amorosas.

Francisco – E aquela entrevista com o cara que prega a extinção da raça humana?

Bill – Já tenho a entrevista aqui. Mas, tenho que negociar com o dono do blog que publicou primeiro. É o mesmo caso dos contos do Chico PF, o seu xará. Tô negociando com a editora, dá um tempo. Muita gente some no fim de ano. Enquanto isso, tô seguindo o conselho da Luma e fazendo uma reforma também nos “links recomendados”.

Dr. Bruegel – Que conselho da Luma?

Bill – Li um comentário dela num blog, não lembro qual agora. Mas, ela dizia que devemos linkar apenas os blogs que nos linkam. E ela entende das coisas. Já comecei a verificar. Tirei de nossa lista até o Cadinho, meu amigo há 18 anos, porque ele cismou de fazer um rodízio entre os 12 blogs que indica. E tirou o Jornal da Lua.

Francisco – Não vi nosso link na Luma, não. E passei por lá hoje.

Bill – Não viu? Tem certeza? Você bebe muito. Vou verificar. Bem, de qualquer jeito, ando investindo agora na nova geração. Descobri blogs excelentes, de garotas entre 16 e 19 anos, por aí. Comecei pela Flávia, mas não lembro como cheguei lá. Fui navegando, eu acho. Na página dela, estavam outros links excelentes. Já mantive contato com algumas dessas novas blogueiras. Temos que diversificar nossos leitores e nossos contatos com os blogs. Essas garotas são tão boas que, em breve, vou convidar algumas pra que também escrevam pro Jornal da Lua. Como fizemos com Yvonne, Maristela e Patty.

Dr. Bruegel – (Cantando) “Você me mostrou o amanhecer de um lindo dia/me fez feliz, me fez viver/num mundo cheio de amor e de alegria/e me deixou no anoitecer...”

Bill – Ah, e a Magui também nos linkou!

Francisco – Magui? Que beleza! Sou fã da Magui! Linkou mesmo?

Bill – Outra coisa: quero todo mundo prestigiando o blog de umas meninas incríveis, que estréia no dia 1º de janeiro: é o Chá das Cinco. Já conheço os blogs individuais delas, que são ótimos. As cinco juntas, então, só pode sair coisa boa. A estréia fica por conta da Amanda Bia, que achou o post das músicas longo demais, mas é gente boa.

Dr. Bruegel – Vamos mandar algum meme pro Rayol?

Bill – Vou encomendar alguma coisa pra Betty ou pra Patty, que sabem fazer arte em internet. E o texto pro meme, peço pra Rosana, do Mãe Global. Que acham?

Dr. Bruegel – Rayol vai ficar puto! Vamos beber alguma coisa? Depois a gente continua. Trabalhar cansa!

Bill – Vai com o Chico. Ainda tenho que passar essa nossa conversa aqui pro computador, publicar e depois quero visitar os blogs das minhas novas amiguinhas.

Francisco – Você não passa de um pedófilo! Toma vergonha!

Bill – Nada disso. Sou apenas um admirador dos talentos da nova geração. E, cá pra nós: as garotas dominaram a blogosfera. Não apenas em quantidade, mas também em qualidade. Não conheço um único blog editado por homens que chegue perto dos editados pelas garotas. Os blogs de mulheres são infinitamente melhores!

Francisco – É verdade. Tô contigo e não abro. Vão bora?

Dr. Bruegel – (Cantando) “A noite está tão fria/chove lá fora/e essa saudade enjoada não vai embora...”

23.12.07

Réveillon dos corações partidos


Dr. Hieronymus Bruegel
ESPECIALISTA EM CORAÇÕES PARTIDOS



Esses moços, pobres moços
Ah! Se soubessem o que eu sei
Não amavam
Não passavam aquilo que eu já passei
Por meus olhos
Por meus sonhos
Por meu sangue tudo enfim
É que eu peço a esses moços
Que acreditem em mim

Se eles julgam que a um lindo futuro
Só o amor nesta vida conduz
Saibam que deixam o céu por ser escuro
E vão ao inferno
A procura de luz

Eu também tive nos meus belos dias
Essa mania que muito me custou
E só as mágoas que eu trago hoje em dia
E essas rugas o amor me deixou!
************************************
Lembro um olhar, lembro um lugar, teu vulto amado
Lembro um sorriso e o paraíso que tive ao teu lado

Lembro a saudade que hoje invade os dias meus
Para o meu mal, lembro afinal um triste adeus

Sou agora, no mar desta vida, um barco a vagar
Onde está teu olhar, onde está teu sorriso e aquele lugar?

Eu devia sorrir, eu devia, para o meu padecer ocultar
Mas, diante de tantas lembranças, me ponho a chorar (Bis)
**************************************
You ask me if there’ll come a time
When I grow tired of you
Never, my love
Never, my love

You wonder if this heart of mine
Will lose its desire for you
Never, my love
Never, my love

What makes you think love will end
When you know that my whole life depends on you? (On you)
Never, my love
Never, my love

You say you fear I’ll change my mind
And I won’t require you
Never, my love (never, my love)
Never, my love (never, my love)

How can you think love will end
When I’ve asked you to spend your whole life with me? (With me, with me)
Never, my love (never, my love)
Never, my love (never, my love)
***************************************
Hoje eu ouço as canções que você fez pra mim
Não sei por que razão tudo mudou assim
Ficaram as canções e você não ficou
Esqueceu de tanta coisa que um dia me falou
Tanta coisa que somente entre nós dois ficou
Eu acho que você já nem se lembra mais

É tão difícil olhar o mundo e ver
O que ainda existe
Pois sem você meu mundo é diferente
Minha alegria é triste

Quantas vezes você disse que me amava tanto
Tantas vezes eu enxuguei o seu pranto
Agora eu choro só, sem ter você aqui

Esqueceu de tanta coisa que um dia me falou
Tanta coisa que somente entre nós dois ficou
Eu acho que você já nem se lembra mais

É tão difícil olhar o mundo e ver
O que ainda existe
Pois sem você meu mundo é diferente
Minha alegria é triste
Quantas vezes você disse que me amava tanto
Quantas vezes eu enxuguei o seu pranto
E agora eu choro só sem ter você aqui
**************************************
Cabocla, seu olhar está me dizendo
Que você está me querendo
Que você gosta de mim
Cabocla, não lhe dou meu coração
Hoje você me quer muito
Amanhã não quer mais não

Não creio mais em amor nem amizade
Vivo só para a saudade
Que o passado me deixou
A vida para mim não vale nada
Desde o dia em que a malvada
O coração me estraçalhou

Às vezes pela estrada enluarada
Lembro de uma toada
Que ela para mim cantava
Quando eu era feliz e não pensava
Que a desgraça em minha porta
Passo a passo me rondava

Depois que ela partiu eu fiquei triste
Nada mais para mim existe
Fiquei no mundo a penar
E quando eu penso nela
Oh grande Deus!
Eu sinto dos olhos meus
Triste lágrima rolar...
**********************************
Balada triste, que me faz lembrar alguém
Alguém que existe e que outrora foi meu bem

Balada triste, melodia do meu drama
Esse alguém já não me ama
Esqueceu você também

Não há mais nada
Foi um sonho que findou
Triste balada, só você me acompanhou

Fica comigo, velha amiga e companheira
Vou cantá-la a vida inteira
Pra lembrar o que passou
***********************************
Você foi a melhor coisa que eu tive
Mas o pior também em minha vida
Você foi o amanhecer cheio de luz e de calor
Em compensação, o anoitecer, a tempestade, a dor
Você foi o meu sorriso de chegada
E a minha lágrima de adeus

Aquele grande amor que nós tivemos
E todas as loucuras que fizemos
Foi o sonho mais bonito que um dia alguém sonhou
E a realidade triste quando tudo se acabou
Você foi o meu sorriso de chegada, tudo e nada
E adeus

Você me mostrou o amanhecer de um lindo dia
Me fez feliz, me fez viver
Num mundo cheio de amor e de alegria
E me deixou no anoitecer

E agora todas as coisas do passado
Não passam de recordações presentes
De momentos que por muito tempo
Ainda vão estar
Na alegria ou na tristeza
Toda vez que eu me lembrar
Que você foi meu sorriso de chegada
E a minha lágrima de adeus

Você me mostrou o amanhecer de um lindo dia
Me fez feliz, me fez viver
Num mundo cheio de amor e de alegria
E me deixou no anoitecer
***************************************
Uma vez você falou
Que era meu o seu amor
E ninguém mais vai separar você de mim

Agora você vem dizendo adeus
Que foi que eu fiz pra que você me trate assim?

Todo amor que eu guardei, pra você eu entreguei
Eu não mereço tanta dor, tanto sofrer

Agora você vem dizendo adeus
Que foi que eu fiz pra que você me trate assim?

Toda ternura que eu guardei
Ninguém no mundo vai te ofertar
E seus cabelos só eu sei como afagar

O meu pobre coração já não quer mais ilusão
Já não suporta mais sofrer ingratidão

Agora você vem dizendo adeus
Que foi que eu fiz pra que você me trate assim?

Agora você vem dizendo adeus
Que foi que eu fiz pra que você me trate assim?

Agora você vem dizendo adeus...
***************************************
A noite está tão fria
Chove lá fora
E essa saudade enjoada não vai embora
Quisera compreender porque partiste
Quisera que soubesses como estou triste

E a chuva continua
Mais forte ainda
Só Deus pode entender como é infinda
A dor de não saber
Saber lá fora, onde estás, como estás
Com quem estás agora

A noite está tão fria
Chove lá fora
E essa saudade enjoada
não vai embora
Quisera compreender porque partiste
Quisera que soubesses como estou triste

E a chuva continua
Mais forte ainda
Só Deus pode entender como é infinda
A dor de não saber
Saber lá fora, onde estás, como estás
Com quem estás agora, agora
Agora...
**********************************
Olhe aqui
Preste atenção
Esta é a nossa canção
Vou cantá-la seja aonde for
Para nunca esquecer
O nosso amor
Nosso amor

Veja bem, foi você
A razão e o porquê
De nascer esta canção assim
Pois você é o amor
Que existe em mim

Você partiu
E me deixou
Nunca mais você voltou
Pra me tirar da solidão

E até você voltar
Meu bem eu vou cantar
Esta nossa canção!

20.12.07

Culinária

FRANGO COM BATATAS

Criação: chef Rosana Watson

Preparado por Francisco Freitas, colunista anti-social do Jornal da Lua


Pegue um frango de mais ou menos 2 kg
1 kg de batatas
500 ml de azeite extra virgem
Cheiro verde e pimenta a gosto

MODO DE PREPARAR

Gratine as batatas
Beba uma dose de whisky
Tempere o frango com cheiro verde, pimenta e azeite
Tome mais duas doses de whisky
Junte as baatatass no frango e leve ao forno
Toma oooooutra dose de uissski
Acompanhe visualmente o pato, quer dizer o vrango, pra num queimá
Mais uma dose de uviske
Deixa ele no vorno umas 04 horas bra ele zi vudê de calor e bebe oviske na gaaaarraaaava memo
Tira o bicho daquela pooorrra de vorno
Pega o vrango que caiu no jão e limpa ca gamisa memo
Bebe mais uma
Desliga a bóóóósta do vogão, garaio!
Zi voda que queimô, cê nem gossta muito desssta porrra de bato
Pega o que zobrô do viski, liga a tevesisão, deita no zofá e dórmi!

16.12.07

Flavia, vivendo em coma

Neste dia 17 de dezembro, o Jornal da Lua se solidariza com a família e os amigos de Flavia. Sua tragédia está relatada no blog Flavia, Vivendo em Coma, mantido por sua mãe. Quem já perdeu alguém querido sabe como é o drama vivido pelos familiares e amigos da jovem Flavia.

Seu caso é um alerta.

Para evitar outras tragédias.

Para exigir justiça.

12.12.07

Doutor Bruegel responde

Prezado dr. Bruegel: quem é você, que não sabe o que diz? Meu Deus do céu, que palpite infeliz! Salve Estácio, Salgueiro, Mangueira, Oswaldo Cruz e Matriz, que sempre souberam muito bem que a Vila não quer abafar ninguém, só quer mostrar que faz samba também. Fazer poema lá na Vila é um brinquedo. Ao som do samba, dança até o arvoredo. Eu já chamei você pra ver, você não viu porque não quis. Quem é você, que não sabe o que diz? A Vila é uma cidade independente, que tira samba, mas não quer tirar patente. Pra que ligar a quem não sabe aonde tem o seu nariz? Quem é você que não sabe o que diz? (Kika - Santos)

Prezada Kika: se você pretende saber quem eu sou, eu posso lhe dizer. Entre no meu carro e, na estrada de Santos, você vai me conhecer. Você vai pensar que eu não gosto nem mesmo de mim, e que, na minha idade, só a velocidade anda junto a mim. Só ando sozinho, e no meu caminho o tempo é cada vez menor. Preciso de ajuda, por favor me acuda, eu vivo muito só. Se acaso, numa curva, eu me lembro do meu mundo, eu piso mais fundo, corrijo num segundo, não posso parar. Eu prefiro as curvas da estrada de Santos, onde eu tento esquecer um amor que eu tive, e vi, pelo espelho, na distância se perder. Mas se o amor que eu perdi eu novamente encontrar, as curvas se acabam e na estrada de Santos não vou mais passar.

10.12.07

EXCLUSIVO!!!!

PAPAI NOEL: "NATAL É UM SACO!!!"

Gudesteu Hostalácio
ENVIADO ESPECIAL AO POLO NORTE

Finalmente, a entrevista que todos esperavam: Papai Noel fala com exclusividade ao Jornal da Lua. Localizamos o bom velhinho em sua oficina, no Polo Norte. Apesar de atolado de serviço, ele aceitou falar um pouco sobre sua vida e sua profissão.

- Quantos anos o senhor tem, Papai Noel?

- Ah, já perdi a conta. Nem sei em que dia faço aniversário. O que me irrita é que, entra ano, sai ano, fico aqui nessa oficina, fazendo presentes pros outros, atendendo os pedidos mais safados que você possa imaginar, mas eu mesmo nunca ganhei um presente sequer! Nenhum filho da puta se lembra de mim! Só fazem pedir, pedir, tô de saco cheio desse negócio.

- O senhor já pensou em pedir a sua aposentadoria?

- Tem anos que tô tentando! Dei entrada na papelada quando dom João VI chegou ao Brasil com a Família Real. Até hoje tô esperando. Não consegui nem minha senha ainda.

- O que o INSS alega para a demora?

- Que eu nunca tive carteira assinada, nem tenho recibos pra provar que sou trabalhador. Pô, mas todo mundo não diz que me conhece? Quando me contrataram pra esse serviço, ninguém me disse que eu ia trabalhar mais do que 30 anos. Fizeram uma baita sacanagem comigo!

- O senhor nunca pensou em contratar um advogado?

- Já contratei vários. Todos morreram e meu processo não andou um milímetro sequer!

- O que o senhor pensa em fazer agora?

- Não sei. Já tentei de tudo. No Natal, quando saio por aí distribuindo os presentes que carrego no saco, deixo alguns bilhetes, na ONU, no Greenpeace, na Comissão de Direitos Humanos, mas ninguém me responde. Todo mundo finge que não viu nada e ainda ficam me mandando bilhetinhos, pedindo mais presentes. Ah, vão tomá...

- Haaaaaaaaammmmmmm...O senhor acha que o Natal perdeu muito de seu espírito original, nos últimos anos, com a chamada "febre consumista"?

- Sei lá, porra! Eu passo o ano todo aqui, trancado nessa merda dessa oficina! Depois, tenho que sair voando pelo mundo, carregado por esses viadinhos, segurando um saco imenso, pesado pra cacete! E agora chega, tá certo? O tempo voa e eu ainda tenho muito serviço pela frente. Você quer levar logo o presente do seu presidente?

- Ah, é? E o que vai ser, posso saber?

- Ué, o de sempre: dois engradados de 51!

- Haaammmm, não vai dar, desculpe, Papai Noel. Vim de carona com o Amyr Klink, e ele detesta cachaça.

- Tá vendo? Ninguém me ajuda! Natal é um saco!

ENQUANTO ISSO...

Na redação do Jornal da Lua, nossa diretora administrativa, Débora Silvério dos Reis, cuida dos últimos preparativos para a festa de Natal dos funcionários. Vamos acompanhar o seu trabalho:


DE: Débora Silvério dos Reis - Diretora Administrativa
PARA: TODOS OS FUNCIONÁRIOS
DATA: 3 de dezembro
ASSUNTO: Festa de Natal

Tenho o prazer de informar que a festa de Natal da empresa será no dia 23 de dezembro, com início ao meio-dia, no salão de festas privativo da Churrascaria Grill House. O bar estará aberto com várias opções de bebidas.Teremos uma pequena banda tocando canções tradicionais de Natal... Sinta-se à vontade para se juntar ao grupo e cantar! A árvore de Natal terá suas luzes acesas às 13 horas. A troca de presentes de amigo secreto pode ser feita a qualquer momento. Entretanto, nenhum presente deverá exceder R$ 20,00, a fim de facilitar as escolhas e adequar os gastos a todos os bolsos. Boas festas para vocês e suas famílias!


DE: Débora Silvério dos Reis - Diretora Administrativa
PARA: TODOS OS FUNCIONÁRIOS
DATA: 4 de dezembro
ASSUNTO: Festa de Final de Ano

De maneira alguma nosso memorando de 3 de dezembro pretendeu excluir nossos funcionários judeus! Reconhecemos que o Chanukah é um feriado importante e costuma coincidir com o Natal, mas isso não aconteceu este ano. De qualquer forma, passaremos a chamá-la de "Festa de Final de Ano". A mesma política se aplica a todos os outros funcionários que não sejam cristãos e aqueles que ainda celebram o Dia da Reconciliação. Não haverá árvore de Natal. Nada de canções de natal nem coral. Teremos outros tipos de música para seu entretenimento. Felizes agora? Boas festas para vocês e suas famílias!


DE: Débora Silvério dos Reis - Diretora Administrativa
PARA: TODOS OS FUNCIONÁRIOS.
DATA: 5 de dezembro
ASSUNTO: Festa de Final de Ano

Com relação ao bilhete que recebi de um membro do Alcoólicos Anônimos, solicitando uma mesa para pessoas que não bebem álcool... Você não assinou seu nome! Fico feliz em atender o pedido, mas se eu puser uma placa na mesa, "Exclusivo para AA", vocês não serão mais anônimos... Como faço então? Nenhuma troca de presentes será permitida, uma vez que os membros do sindicato acham que R$20,00 é muito dinheiro e os executivos acham que $20,00 é muito pouco para um presente. NENHUMA TROCA DE PRESENTES SERÁ PERMITIDA, certo?


DE: Débora Silvério dos Reis - Diretora Administrativa
PARA: TODOS OS FUNCIONÁRIOS
DATA: 6 de dezembro
ASSUNTO: Festa de Final de Ano

Eu não sabia que no dia 20 de dezembro começa o mês sagrado do Ramadan para os muçulmanos, que proíbe comer e beber durante as horas do dia. Talvez a Churrascaria Grill House possa segurar o serviço de bufê até o fim do dia. Ou, então, embalar tudo para que vocês levem para casa nas marmitas. O que acham disso? Novidades: neste meio tempo, consegui que os membros do Vigilantes do Peso fiquem numa mesa mais distante possível do bufê de sobremesas; as mulheres grávidas ficarão o mais perto possível dos banheiros; teremos assentos mais altos para pessoas mais baixas e comida com baixa caloria estará disponível para os que estão de dieta. Nós não podemos controlar a quantidade de sal utilizada na comida. Desta forma, sugerimos para as pessoas com pressão alta que provem o gosto primeiro. Haverá frutas frescas de sobremesa para os diabéticos. O restaurante não dispõe de sobremesas sem açúcar. Nossas profundas desculpas. Esqueci de alguma coisa?


DE: Débora Silvério dos Reis - Diretora Administrativa
PARA: TODOS OS FILHOS DA PUTA QUE TRABALHAM NESTA EMPRESA
DATA: 7 de dezembro
ASSUNTO: Festa de Final de Ano

Vegetarianos!?!?!??! Sim, vocês também tinham que dar sua opinião ou reclamar de alguma coisa!!! Nós manteremos o local da festa na Churrascaria Grill House; quem não gostar, foda-se! Então, como alternativa, seus putos, vocês podem sentar-se quietinhos na mesa mais distante possível da tal "churrasqueira da morte" - como vocês se referiram de forma bastante depreciativa. E vocês terão também sua mesa de saladas, incluindo tomates hidropônicos & arrozinho grudento pra comer de pauzinho. Aqueles que, naturalmente, ainda não gostaram, espero que dirijam muito, muito bêbados e morram todos, todinhos, na volta pra casa, seus cretinos!!!!!!


DE: Pacheco Fialho Filho - Diretor Administrativo Interino
PARA: TODOS OS FUNCIONÁRIOS
DATA: 10 de dezembro
ASSUNTO: Festa de Final de Ano

Tenho certeza que falo por todos, desejando à dona Débora um rápido restabelecimento para sua crise de stress. Por conta deste fato, a diretoria decidiu cancelar a Festa de Final de Ano e dar folga remunerada para todos na tarde do dia 23 de dezembro.
Boas Festas!

6.12.07

Uma mãozinha! O quê?


Maristela Bairros
CORRESPONDENTE


Meio de expediente, sufoco total, tudo para terminar, chefe na jugular cobrando, toca o telefone. E você, idiota, atende! Quem é?Ah, o amigo que você não vê há horas. Que não reconhece sua voz porque, diz ele, “parece que nem é você, parece que tá com pressa.”

Você engata a resposta: “E estou, muito, muito apressado.” Já assinou sua condenação aí. Depois de ter atendido o telefone, este é o segundo pecado: se explicar. Em vez de cortar, desligar, fazer de conta que caiu a ligação, não. Você inventa de se justificar! Pode dar adeus a toda possibilidade de se sair bem disso tudo. Daí pra frente é porcaria pura.

Do outro lado da linha, mesmo que você conte que tem tudo ainda por terminar, que aquele é o pior horário, que liga daqui a pouco, não tem salvação. O “outro” já ganhou terreno e vem com tudo. Você ali, refém do telefonema, e ele lasca: “Pois vai te procurar o fulano de tal que quer arrumar um trabalhinho e eu disse que falasse contigo.” Como assim, comigo? “Ah, dá uma força, não custa ajudar, o cara tá mal, super deprimido porque não consegue emprego.”

“Mas eu não tenho vaga nenhuma, nem conheço o cara, e a empresa está demitindo e...”
Convença-se: você está morto, meu amigo. Porque, é você desligar e quem vai lhe ligar? Ele mesmo. O indicado do amigo da onça que disse ao pobre desempregado que você era o cara, a solução para todos os problemas dele. Você tenta ser objetivo, duro e claro: “Olha, não tenho o que fazer por você, mande seu currículo pelo Correio, estamos sem vagas, desculpe.”

Tarde demais! O outro já lhe odeia, porque estava certo de que ia sair do contato com vaga garantida. Afinal, seu amigo tinha acenado com esta certeza. E você ainda vai se sentir magoado com o desprezo de quem ligou e pior: com dor na consciência por não ter ajudado. Atrasou em meia hora o que estava fazendo e vai ficar o resto da noite com azia, com raiva do mundo por ter sido, primeiro, incapaz de cumprir as expectativas de um pobre desempregado e, depois, por se sentir um autêntico frouxo por não ter cortado tudo na saída.

Aprenda: em hora de estresse, não atenda telefone. Ou dê nome errado quando reconhecer a voz do outro lado da linha.

Publicado em “Chutando o Balde” – Editora Artes e Ofícios – Porto Alegre

1.12.07

PMDB espera a CPMF para cobrar nomeação de Lobão



Patty Moon
REPÓRTER ESPECIAL

O comando do PMDB decidiu aguardar a conclusão da votação da prorrogação da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) no Senado para cobrar a nomeação do novo titular do Ministério de Minas e Energia. O nome já foi escolhido, será Lobão.
O Jornal da Lua apurou que as articulações em torno do nome de Lobão se intensificaram nos últimos dias, depois que os peemedebistas obtiveram informações de que o Ministério Público havia decidido denunciar o ex-ministro da pasta, Silas Rondeau.

O ex-ministro deve ser denunciado por suposta prática de crimes relacionados à Operação Navalha, que revelou um esquema de fraude em licitações públicas comandadas pelo empreiteiro Zuleido Veras.

Porém, para o PMDB, o que importa é manter a pasta sob o controle do partido. Para evitar tumultos e sobressaltos às negociações em torno da CPMF, o comando da agremiação decidiu esperar o segundo turno da votação da proposta para pressionar o governo pela nomeação de Lobão.

Paralelamente, o indicado a futuro ministro de Minas e Energia sofre com críticas internas dos próprios peemedebistas. Lobão teria que mudar seu repertório, de acordo com o líder da bancada, Manoelzinho Chapapreta: "Não gosto desse negócio de rock. Faz muito barulho. Gosto mesmo é de duplas sertanejas. O Lobão podia arrumar um parceiro, botar nele o nome de Lobinho, e estaria criada uma nova dupla: Lobão e Lobinho!"

Internamente, peemedebistas querem mesmo que Lobão, assim que assumir o ministério, abra mão de suas preferências musicais. A cobrança não foi exposta abertamente, mas sugerida sutilmente nas últimas reuniões do PMDB.

O deputado Asquirino Lobobão se ofereceu para fazer dupla com Lobão, mas foi rejeitado pela cúpula do partido: "O Asquirino canta pior do que pneu no asfalto. E seria uma dupla com muito 'ão', você me entende? Dá margem pro povo ficar gozando, gritando, por exemplo, 'ão, ão, ão, essa dupla é de ladrão', o que poderia desmoralizar o novo ministério", afirmou o senador Abinegundes Farofinha.

Silas Rondeau deixou o ministério em maio. Tinha o compromisso do presidente Lula da Silva de retornar, se ficasse de fora da lista de denunciados da Operação Navalha, mas tal possibilidade agora está descartada.

Desde que Rondeau deixou o cargo, a pasta vem sendo ocupada interinamente pelo ministro Nelson Hubner, que já avisou que não pode ficar: "Moro em Jaçanã. Se eu perder esse trem, que sai agora, às 11 horas, só amanhã de manhã", disse Hubner, enquanto fazia a mala.

Pesa contra o ex-ministro de Minas e Energia, conforme investigação da Polícia Federal, a suspeita de ter recebido um pagamento de propina de R$ 100 mil de Zuleido Veras. O dinheiro seria uma contrapartida pela liberação de aditivos a contratos firmados pela Cepisa, a estatal de energia do Piauí, que teriam beneficiado a empreiteira.

De acordo com Juliana Helena, secretária de Turismo do Piauí, "por aqui, ninguém viu esse tal de Zuleido, nem sombra dos 100 mil que ele teria dado pro Silas. Agora, quanto à indicação de Lobão pro Ministério de Minas e Energia, sou favorável, desde que ele grave um CD só com músicas de Sandy e Junior e se fantasie de Garibaldo, da Vila Sésamo, no próximo Carnaval, aqui nas ruas de Teresina. Ah, e que enterre umas minas, com muita energia, no caminho daquele diretor da Phillips que falou mal do Piauí. Se eu pego aquele safado..."

29.11.07

Frases fabulosas de juristas nem tanto assim!

Apulcro Mambojambo
ENVIADO ESPECIAL

Nem tudo é claro e objetivo na vida de alguns juristas. Alguns complicam tanto que seus textos parecem piadas ou trechos de certas provas do ENEM. Não acreditam? Imaginem, então, um oficial de Justiça procurando um devedor que mora perto do cemitério. “Trata-se de rua despovoada de almas do outro mundo", tranquiliza a petição.

"O sacado não foi encontrado porque morreu, porém a viúva continua com o negócio aberto."
(Informação de um oficial de Justiça, ao devolver título à Caixa Federal)

" ... falecido em 08 de maio de 2003, conforme certidão de óbito em anexo, doravante denominado reclamante, por seu advogado signatário, vem perante Vossa Excelência ajuizar ação trabalhista..."
(De uma petição inicial na Vara do Trabalho em Varginha - MG)

"O devedor pode ser localizado na casa nº 242 da rua que fica aos fundos do cemitério, não precisando o oficial de Justiça alegar medo, como pretexto para não realizar a diligência, porque trata-se de rua despovoada de almas do outro mundo."
(De uma petição, na comarca de São Jerônimo)

"O contestante nega ser o pai da criança, pois não chegou a 'cometer' a mãe do investigante. Mesmo tendo sido uma noite de orgias, com vários participantes, o investigado limitou-se a uma única cópula, com outra pessoa da roda, após o que ficou com o tiche murcho."
(De uma contestação em ação de investigação de paternidade, numa Vara de Família em Porto Alegre)

"A empresa é responsável em casos de assaltos dentro de seus coletivos, pois deveriam ter câmeras acopladas a satélites para a segurança de passageiros."
(De um voto vencido, em acórdão do TJRJ)

"Edital é uma forma de fazer uma pessoa saber o que ela não sabe, só que muitas vezes, porque não lê o jornal, ela não vai mesmo ficar sabendo."
(Resposta em uma prova de Processo Civil, em Faculdade de Direito da Grande Porto Alegre)

"O réu jamais furtou-se ao recebimento da citação. Ocorre que reside em um local onde tem várias casas com o mesmo número, uma espécie de apartamento deitado."
(De uma contestação, em processo na comarca de Pelotas, com o réu tentando explicar que não se escondera do oficial de Justiça)

"Bens móveis são aqueles que são fabricados nas marcenarias. Já os bens imóveis são aqueles que não se movimentam, como um edifício, e também, por exemplo, um veículo que por estar sucateado não tem como ser removido."
(De um universitário, ao fazer a diferenciação entre bens móveis e bens imóveis, numa prova de Direito Civil)

"A parte autora diz que no contrato de compra e venda estão presentes o sujeito e o objeto, mas não aponta onde estará o predicado."
(De uma contestação em ação revisional)

"Ordem de vocação hereditária é quando o filho segue a mesma profissão do pai, ou seja, filho de peixe, peixinho é."
(Candidato, em Exame da Ordem)

De uma petição de inventário em Sorocaba, SP: "O de cujus deixou uma decuja e 4 decujinhos..."

De depoimento na Delegacia de Acidentes: "O pedestre não tinha idéia para onde ir, então eu atropelei."

De uma certidão de oficial de Justiça: "Deixei de fazer a citação tendo em vista que o réu está em lua-de-mel e me respondeu por telefone que nos próximos dias não está nem aí..."

Certidão lançada por um oficial de Justiça, em Passo Fundo, após efetuar uma penhora: "...penhorei uma mesa de comer velha de quatro pés..."

Informação de oficial de Justiça, não tendo encontrado o réu: "O mutuário foi para São Paulo melhorar de vida. Quando voltar, vai liquidar com o Banco."

Início de relatório de perito-avaliador: "Chegando na fazenda do Sr. Pedro Jacaré e em não encontrando o réptil..."

De um termo de encerramento de laudo judicial, em processo que tramitou perante Vara Cível do foro João Mendes - SP : "Os anexos seguem em separado."

Descrição da penhora feita por um oficial de Justiça de Porto Alegre: "... um crucifixo, em madeira, estilo colonial, marca INRI - sem número de série..."

26.11.07

Presentes pra cá, presentes pra lá



Nossa amiga Betty nos deu dois presentes. O primeiro, o selo aqui à esquerda. Como devemos indicar outros blogs para receber o selo, optamos, desta vez, por escolher os novos amigos que se juntaram ao Jornal da Lua. Escalamos um time inteiro. São eles:

Às vezes céu azul, às vezes tempestade

Tungstênica

Esferográfica azul

Felícia feliz

Kika luando

Pensamentos soltos

Ressaca di homi

Somente Bia

Vieira Calado

Weird

AnaLua

Betty também nos envia um questionário. Para responder, escolhemos nosso colunista anti-social, Francisco Freitas.

Uma hora: madrugada

Um astro: Lua

Um móvel: estante, com livros, discos, filmes e revistas

Um líquido: água de coco e suco de frutas

Uma pedra preciosa: diamante

Uma árvore: manacá

Uma flor: todas de cor violeta

Um animal: cachorro e gato

Uma cor: azul marinho, azul celeste, violeta

Uma música: Traces, do Classics IV

Um livro: Judas o Obscuro, de Thomas Hardy

Uma comida: pêra, melancia e melão

Um lugar: Copacabana, Rio de Janeiro

Um verbo: amar

Uma expressão: tudo beleza?

Um mês: setembro, início da primavera

Um número: 2

Um instrumento musical: guitarra

Uma estação do ano: primavera

Um filme: Cidadão Kane

Todos os blogs amigos do Jornal da Lua ficam à vontade para dar sequência ao questionário acima. Tudo beleza?

23.11.07

Mulher de Beira-Mar é quem comanda os negócios

Pablo Jacob/AE
Patty Moon
REPÓRTER*

Todo mundo fala que Fernandinho Beira-Mar é o chefão do tráfico de drogas no Brasil, mesmo preso há anos em penitenciárias de segurança máxima (hahahahahaha!!!). Bom, o que ficou claro mesmo, nesta quinta-feira, é que quem manda no larápio e no resto da quadrilha é a mulher do pilantra, Jaqueline Alcântara de Moraes, que é, vejam só, advogada!

A mocréia foi enjaulada ontem, junto com mais 11 figurinhas carimbadas do mundo do crime organizado no Brasil. Aliás, vocês já sacaram aí que a única coisa organizada neste país é o crime? Pois é, moçada: este foi o resultado de uma tal de Operação Fênix, realizada pela Polícia Federal em parceria com o Depen (Depen de quê?) e a Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro. Jaqueline Alcântara de Moraes foi presa na casa dela em Jacarepaguá, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, enquanto tomava um relaxante banho de erva aromática, uma tal de cannabis sativa.

Com ela, os hômi encontraram cerca de US$ 200 mil. Prestaram atenção no "US$"? Tô falando de dólar, simpatia! Grana muito, muuuuuuuuiiiiiiittooooooo alta, falei? A prisão da jaguatirica foi considerada a mais importante da tal Operação Fênix, porque a mulher de Beira-Mar era a comandante das operações do traficante fora do presídio. Jaque, a lindinha, assumiu o posto de número 1 da organização (é, isso mesmo, "organização", tão pensando o quê?) há cerca de seis meses, quando o então braço direito de Beira-Mar, o advogado João José de Vasconcelos Kolling, sumiu do mapa.

Jaqueline, conhecida como "a jararaca de Jacarepaguá", é quem cuida dos negócios de Fernandinho, "o queridinho da mamãe", como ela o chama. A perua negocia com todos os fornecedores da multimilionária empresa da família, e sabe mastigar legal um castelhano, pra poder pechinchar com o pessoal da Bolívia e da Colômbia. Advogada (como é que passou no famoso exame da OAB?), casou-se recentemente com Beira-Mar, com quem namorava há 15 anos e tem três filhos. A cerimônia ocorreu no Presídio Federal de Campo Grande (MS). O casal teve direito a uma lua-de-mel, na "cela íntima" (hehehehehehehehehe!!!!!).

Além de Jaqueline, outras figurinhas da organização foram ver o sol nascer quaadrado. Ronaldo Alcântara de Moraes, irmão de Jaqueline, foi preso em Mato Grosso do Sul, quando estava indo visitar Beira-Mar, acompanhado do filho mais velho do traficante. Este último é o testa-de-ferro da empresa Chama Gás e de um lava-rápido que fazem a lavagem do dinheiro do tráfico. A mulher de Ronaldo, Marcela Pedrito Borradas, foi presa junto com um tal de Jorge Ribeiro Júnior. Ele é suspeito de ser um dos principais laranjas de Beira-Mar, pois muitos dos carros apreendidos na operação estão em seu nome.

Na Ilha do Governador, a polícia prendeu Gersy Mary Menezes Evangelista, uma das advogadas do traficante. Desde julho, Beira-Mar está detido no Presídio Federal de Campo Grande (MS), depois de passar um ano na Penitenciária Federal de Catanduvas (PR). As duas unidades prisionais são de segurança máxima (hahahahahahahahahahahahaha!!!!!), segundo o Ministério da Justiça. Mas isso não o impede de continuar dando seus pitacos nos negócios da família. Segundo as investigações da Polícia Federal, ele gerencia a organização com a ajuda de seus advogados, de Jaqueline, de outros parentes e da turma da cerveja, que o visitam constantemente na prisão.

As investigações também descobriram ligações do grupo de Jaqueline e Beira-Mar com o PCC (Primeiro Comando da Capital), organização criminosa que atua principalmente em São Paulo. A parceria é feita através de compartilhamento de fornecedores e apoio logístico no transporte das drogas, cuja principal porta de entrada é Foz do Iguaçu, na fronteira com o Paraguai. As investigações começaram há um ano e meio, e a operação foi deflagrada depois que a 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba expediu 35 mandados de busca e apreensão, e outros 24 de prisão.

Uma das incursões da polícia aconteceu na favela Beira-Mar, principal reduto do traficante no Rio de Janeiro. Em duas lan houses, foram encontrados vários computadores que serão periciados em busca de provas. A operação encontrou também muitos cofres, jóias e motos, além de 20 carros. O valor total está sendo calculado. Durante os 18 meses da Operação Fênix, 29 pessoas foram presas, 13 delas em flagrante. Além disso, a PF tirou de circulação 750 quilos de cocaína, 3.700 quilos de maconha, 4.000 cartuchos de bala e até um avião. "É tudo da Jaque", disse Fernandinho, em entrevista por telefone, de sua piscina na cela de segurança máxima (ranran!!!). "Como vocês da imprensa sabem, eu tô incomunicável. Então, não tenho nada com isso. Aliás, vou tratar de pedir o divórcio, pois essa mulher só pensa em luxo e riqueza. Ai, que saudade da Amélia", finalizou Fernandinho.

*Com informações da Agência Estado e da Agência Brasil

18.11.07

Comerciante entra em cana por homenagear militares

Nossa correspondente no Rio de Janeiro, a eficiente Betty Vern, nos manda uma estranha notícia que viu publicada numa revista de advogados. Como aqui é o jornal das notícias estranhas, é claro que temos a obrigação de publicar, para atender o desejo de nossas inúmeras fãs, espalhadas por todo o território nacional e também no Japão.

"Eu estava no dentista", conta Betty. "Esqueci de levar alguma coisa pra ler, e lá só achei essa revista de advogados. Fui ver se tinha alguma foto do Rodrigo Santoro, alguma propaganda, sabe como é?, e acabei encontrando essa notícia esquisita. Recortei as páginas, sem a secretária do dentista perceber, e agora mando pra você. Depois vê se me manda alguma coi$a aí, beleza? Agora que arrumei o dente, posso voltar a comer pão de queijo, nem que seja requentado."


Mas, vamos aos fatos. Que aconteceram na cidade de Penedo, interior de Alagoas.

O dono de uma lanchonete da cidade bolou uma estratégia de marketing. Mas o comandante da Polícia Militar de lá achou que era uma ofensa à corporação. E assim, por batizar os sanduíches da casa com patentes militares, Alberto Lira, 38 anos, dono da lanchonete Mister Burg, acabou detido. O militar entendeu que não ficaria bem alguém chegar na lanchonete de Lira e pedir: “Me dá um coronel mal passado”. Ou sair de lá dizendo: “Acabei de comer um sargento”.

Lira teve que ir pra delegacia, onde foi lavrado o boletim de ocorrência. Como o delegado de plantão entendeu que não havia motivo para a prisão, ele foi liberado horas mais tarde, os cardápios da lanchonete foram recolhidos e a casa reaberta em seguida. A Mister Burg oferecia em seu "cardápio militarizado" lanches como o "coronel com filé e presunto" e o "comandante de calabresa". O comandante da PM, que não gosta de calabresa ("sou vegetariano"), disse que a brincadeira provocava chacotas e insinuações contra os policiais entre os moradores da cidade de 60 mil habitantes, a 170 quilômetros de Maceió.

O dono da lanchonete disse que não tinha nenhuma intenção de brincar ou ofender a corporação. Muito pelo contrário, já que tem parentes no Exército e ele próprio serviu na Marinha. O cardápio pretendia ser uma homenagem à hierarquia militar. O advogado do comerciante, Francisco Guerra, promete entrar com denúncia de abuso de autoridade contra o comandante da PM. O advogado pediu Habeas Corpus preventivo para evitar outra detenção de seu cliente. "Com o argumento do comandante, nenhuma festa de criança poderia ter brigadeiro”, comentou Guerra.

Como se sabe, brigadeiro, além de mais alta patente da Aeronáutica, é também o nome do docinho obrigatório em festinha de aniversário de menores de idade. Em Penedo, comer brigadeiro pode; já comer sargento, coronel, general, e, principalmente, comandante, nem pensar!

Mesmo com a greve da Polícia Civil de Alagoas, o caso foi resolvido rapidamente. Segundo o sindicato da categoria, os policiais trabalham apenas em casos de flagrante. Como este, em que o cardápio estava indecentemente exposto pra qualquer criança ver da rua. Um espanto! Um absurdo! É por isso que este país não vai pra frente! Ninguém toma uma providência aqui? O quê? Acabou? Então, me dá uma 51 mesmo!!!

15.11.07

Brasileiro é criativo até no nome dos filhos

Apulcro Mambojambo
ENVIADO ESPECIAL

Os nomes foram coletados a partir de listas públicas, como uma relação de segurados divulgada pelo extinto INPS e pesquisas em cartórios.

São eles:

Abrilina Décima Nona Caçapavana Piratininga de Almeida,
Abxivispro Jacinto,
Acheropita Papazone,
Adalgamir Marge,
Adegesto Pataca,
Adoração Arabites (masculino),
Aeronauta Barata,
Agrícola Beterraba Areia Leão,
Agrícola da Terra Fonseca,
Alce Barbuda,
Aldegunda Carames More (masculino),
Aleluia Sarango,
Alfredo Prazeirozo Texugueiro,
Alma de Vera,
Amado Amoroso,
Amável Pinto,
Amazonas Rio do Brasil Pimpão,
América do Sul Brasil de Santana,
Amin Amou Amado,
Amor de Deus Rosales Brasil (feminino),
Anatalino Reguete,
Antônio Americano do Brasil Mineiro,
Antonio Buceta Agudim,
Antonio Camisão,
Antonio Dodói,
Antonio Manso Pacífico de Oliveira Sossegado,
Antonio Melhorança,
Antônio Morrendo das Dores,
Antonio Noites e Dias,
Antônio P. Testa,
Antonio Pechincha,
Antônio Querido Fracasso,
Antonio Treze de Junho de Mil Novecentos e Dezessete,
Antônio Veado Prematuro,
Apurinã da Floresta Brasileira,
Araci do Precioso Sangue,
Argentino Argenta,
Aricléia Café Chá,
Armando Nascimento de Jesus,
Arquibaldo Nana do Mercado,
Arquiteclínio Petrocoquínio de Andrade,
Asteróide Silverio,

Bananéia Oliveira de Deus,
Bandeirante do Brasil Paulistano,
Barrigudinha Seleida,
Benedito Autor da Purificação,
Benedito Camurça Aveludado,
Benedito Frôscolo Jovino de Almeida Aimbaré Militão de Souza Baruel de Itaparica Boré Fomi de Tucunduvá,
Benigna Jarra,
Benvindo Viola,
Bispo de Paris,
Bizarro Assada,
Boaventura Torrada,
Bom Filho Persegonha,
Brandamente Brasil,
Brígida de Samora Mora Belderagas Piruégas,

Cafiaspirina Cruz,
Capote Valente e Marimbondo da Trindade,
Caius Marcius Africanus,
Carabino Tiro Certo,
Carlos Alberto Santíssimo Sacramento Cantinho da Vila Alencar da Corte Real Sampaio Carneiro de Souza e Faro,
Caso Raro Yamada,
Céu Azul do Sol Poente,
Chananeco Vargas da Silva,
Chevrolet da Silva Ford,
Cincero do Nascimento,
Clarisbadeu Braz da Silva,
Colapso Cardíaco da Silva,
Comigo é Nove na Garrucha Trouxada,
Confessoura Dornelles,
Crisoprasso Compasso,

Danúbio Tarada Duarte,
Darcília Abraços de Carvalho Santinho,
Deus Magda Silva,
Deus É Infinitamente Misericordioso,
Deus Quer Magalhães Mota,
Deusarina Venus de Milo,
Dezêncio Feverêncio de Oitenta e Cinco,
Dignatario da Ordem Imperial do Cruzeiro,
Dolores Fuertes de Barriga,
Dosolina Piroca Tazinasso,
Drágica Broko,

Ernesto Segundo da Família Lima,
Esdras Esdron Eustaquio Obirapitanga,
Esparadrapo Clemente de Sá,
Espere em Deus Mateus,
Estácio Ponta Fina Amolador,
Éter Sulfúrico Amazonino Rios,
Excelsa Teresinha do Menino Jesus da Costa e Silva,

Faraó do Egito Sousa,
Fedir Lenho,
Felicidade do Lar Brasileiro,
Finólila Piaubilina,
Flávio Cavalcante Rei da Televisão,
Francisco Notório Milhão,
Francisco Zebedeu Sanguessuga,
Francisoreia Doroteia Dorida,
Fridundino Eulâmpio,

Gerunda Gerundina Pif Paf,
Gigle Catabriga,
Graciosa Rodela D'alho,

Heubler Janota,
Hidráulico Oliveira,
Himineu Casamenticio das Dores Conjugais,
Holofontina Fufucas,
Homem Bom da Cunha Souto Maior,
Horinando Pedroso Ramos,
Hugo Madeira de Lei Aroeiro,
Hypotenusa Pereira,

Ilegível Inilegível,
Inocêncio Coitadinho,
Isabel Defensora de Jesus,
Izabel Rainha de Portugal,

Jacinto Fadigas Arranhado,
Jacinto Leite Aquino Rego,
Janeiro Fevereiro de Março Abril,
João Bispo de Roma,
João Cara de José,
João Cólica,
João da Mesma Data,
João de Deus Fundador do Colto,
João Meias de Golveias,
João Pensa Bem,
João Sem Sobrenome,
João Suíno de Oliveira,
Joaquim Pinto Molhadinho,
José Amâncio e Seus Trinta e Nove,
José Casou de Calças Curtas,
José Catarrinho,
José Machuca,
José Maria Guardanapo,
José Padre Nosso,
José Teodoro Pinto Tapado,
José Xixi,
Jovelina Ó Rosa Cheirosa,
Jotacá Dois Mil e Um,
Juana Mula,
Júlio Santos Pé-Curto,
Justa Senhorinha de Jesus,
Justiça Maria de Jesus,

Lança Perfume Rodometálico de Andrade,
Leão Rolando Pedreira,
Leda Prazeres Amante,
Liberdade Igualdade Fraternidade Nova York Rocha,
Libertino Africano Nobre,
Lindulfo Celidonio Calafange de Tefé,
Lynildes Carapunfada Dores Fígado,

Magnésia Bisurada do Patrocínio,
Manganês Manganésfero Nacional,
Manolo Porras y Porras,
Manoel de Hora Pontual,
Manoel Sovaco de Gambar,
Manuel Sola de Sá Pato,
Manuelina Terebentina Capitulina de Jesus Amor Divino,
Marciano Verdinho das Antenas Longas,
Maria Constança Dores Pança,
Maria Cristina do Pinto Magro,
Maria da Cruz Rachadinho,
Maria da Segunda Distração,
Maria de Seu Pereira,
Maria Felicidade,
Maria Humilde,
Maria Máquina,
Maria Panela,
Maria Passa Cantando,
Maria Privada de Jesus,
Maria Tributina Prostituta Cataerva,
Maria-você-me-mata,
Mário de Seu Pereira,
Meirelaz Assunção,
Mijardina Pinto,
Mimaré Índio Brazileiro de Campos,
Ministéio Salgado,

Naida Navinda Navolta Pereira,
Napoleão Estado do Pernambuco,
Napoleão Sem Medo e Sem Mácula,
Natal Carnaval,
Necrotério Pereira da Silva,
Novelo Fedelo,

Oceano Atlântico Linhares,
Oceano Pacífico,
Olinda Barba de Jesus,
Orlando Modesto Pinto,
Orquerio Cassapietra,
Otávio Bundasseca,

Pacífico Armando Guerra,
Pacífico Pinto Barra,
Padre Filho do Espírito Santo Amém,
Pália Pélia Pólia Púlia dos Guimarães Peixoto,
Paranahyba Pirapitinga Santana,
Pedra da Penha,
Pedrinha Bonitinha da Silva,
Pedro do Cacete da Silva,
Percilina Pretextata Predileta Protestante,
Peta Perpétua de Ceceta,
Placenta Maricórnia da Letra Pi,
Plácido e Seus Companheiros,
Pombinha Guerreira Martins,
Primeira Delícia Figueiredo Azevedo,
Primavera Verão Outono Inverno,
Produto do Amor Conjugal de Marichá e Maribel,
Protestado Felix Correa,

Radigunda Cercená Vicensi,
Remédio Amargo,
Renato Pordeus Furtado,
Ressurgente Monte Santos,
Restos Mortais de Catarina,
Rolando Caio da Rocha,
Rolando Escadabaixo,
Rômulo Reme Remido Rodó,

Safira Azul Esverdeada,
Sansão Vagina,
Sebastião Salgado Doce,
Segundo Avelino Peito,
Sete Chagas de Jesus e Salve Patria,
Sete Rolos de Arame Farpado,
Simplício Simplório da Simplicidade Simples,
Soraiadite das Duas a Primeira,

Telesforo Veras,
Terebentina Terepenis,
Tropicão de Almeida,

Última Delícia do Casal Carvalho,
Último Vaqueiro,
Um Dois Três de Oliveira Quatro,
Um Mesmo de Almeida,
Universo Cândido,

Valdir Tirado Grosso,
Veneza Americana do Recife,
Vicente Mais ou Menos de Souza,
Vitória Carne e Osso,
Vitimado José de Araújo,
Vitor Hugo Tocagaita,
Vivelinda Cabrita,
Voltaire Rebelado de França,

Wanslívia Heitor de Paula,

Zélia Tocafundo Pinto.

12.11.07

Dr. Bruegel atende aflita consulente

Prezado dr. Bruegel: tristeza não tem fim. Felicidade, sim. A felicidade é como a gota de orvalho numa pétala de flor: brilha tranquila, depois de leve oscila, e cai como uma lágrima de amor. A felicidade do pobre parece a grande ilusão do Carnaval: a gente trabalha o ano inteiro por um momento de sonho, pra fazer a fantasia de rei ou de pirata ou jardineira, pra tudo se acabar na quarta-feira.

Tristeza não tem fim, dr. Bruegel. Felicidade, sim. A felicidade é como a pluma que o vento vai levando pelo ar: voa tão leve, mas tem a vida breve, precisa que haja vento sem parar. É por isso que eu, Tom e Vinícius, dizemos: tristeza não tem fim. Felicidade, sim.
(Patricia - Volta Redonda)

Prezada Patricia: não precisa chorar. É teu, somente teu, meu coração. Não precisa brigar, e nem sequer pensar em solidão. Não fique triste, não, fazendo-me infeliz. O que passou, passou, bem sabes o quanto eu te quis.

Por isso, digo que eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também! Eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também. Quanto tempo eu vivi a procurar por você, meu bem, até te encontrar! E se você pensar em me deixar, farei o impossível pra ficar e até eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também! Você pode até gostar de outro rapaz, que te dê amor, carinho e muito mais. Porém, mais do que eu ninguém vai dar. Até o infinito eu vou buscar! E então eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também! Toda a minha vida eu já te dei, e agora já não sei o que vou fazer se te perder, eu morrerei! Ah, eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também! Eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também!

8.11.07

Pequenas frases de grandes celebridades

Jânio OB
ENVIADO ESPECIAL

Nosso correspondente no interior mineiro, Jânio OB, envia para o Jornal da Lua uma coletânea de citações de gente famosa:


"De nada adianta ter barriga de tanquinho se a torneira for pequena" - Vladimir Putin, chefão da Rússia

"Fumo maconha, mas não trago, quem traz é um amigo meu" - Fernando Gabeira

"O que te engorda não é o que você come entre o Natal e o Ano Novo, mas o que você come entre o Ano Novo e o Natal" - Jô Soares

"Se o horário oficial é o de Brasília, por que a gente tem que trabalhar na segunda e na sexta?" - Dorival Caymmi

"Pra seu marido não acordar com a macaca, depile-se" – Aracy de Almeida

"Preguiçoso é o dono da sauna, que vive do suor dos outros" - Sócrates (o jogador!!!)

"Não me considere o chefe, considere-me apenas um colega de trabalho que sempre tem razão" - Galvão Bueno

"Malandro é o pato, que já nasce com os dedos colados para não usar aliança" - Zeca Pagodinho

"Mulher gorda é que nem Ferrari: quando sobe na balança, vai de zero a cem em um segundo" - Rubinho

"Os psiquiatras dizem que uma em cada quatro pessoas tem alguma deficiência mental... Fique de olho em três dos seus amigos. Se eles parecerem normais, o retardado é você" - Marcos Valério

"Todo mundo tem cliente. Só traficante e analista de sistemas é que têm usuário" - Bill Gates

"Mulher de amigo meu é igual a muro alto: sei que é perigoso, mas eu trepo" - Eric Clapton

"Casamento começa em motel e termina em pensão" - Romário

"Se um dia a vida lhe der as costas, passe a mão na bunda dela" - Paulo Cesar Pereio

"Seja legal com seus filhos. São eles que vão escolher seu asilo" - Augusto Pinochet

"Por maior que seja o buraco em que você se encontra, pense que, por enquanto, ainda não há terra em cima" - Dercy Gonçalves

2.11.07

Alemão se recusa a sair da cadeia

Gudesteu Hostalácio
ENVIADO ESPECIAL

Gerold H, um alemão condenado à prisão perpétua e que passou os últimos 35 anos na penitenciária, recebeu uma boa notícia ontem: seria libertado. Mas, para surpresa de Thomas Melzer, porta-voz do Ministério da Justiça, Gerold, de 59 anos, recusou a oferta.

O Jornal da Lua acompanhou Melzer até a cela de Gerold. Segundo o representante da Justiça, a lei alemã não pode fazer nada se alguém condenado à prisão perpétua não quer sair.

O alemão disse ao Jornal da Lua que escolheu permanecer em cana porque sabe "o que acontece do lado de fora":

"Tenho rádio e podemos ver TV numa sala aqui da penitenciária", alegou Gerold. "Tenho casa, comida e roupa lavada, meu caro! Não tenho mulher nem sogra pra me encher o saco, não pago impostos, não enfrento filas em banco, nem dependo da Previdência Social. O que eu vou fazer nas ruas? Tudo anda muito perigoso, tem gatuno pra todo lado, não é verdade?"

Gerold H afirmou que vai cumprir sua pena até o fim: "Se fosse lá no Brasil, eu dava um jeito de sair e virava flanelinha perto de alguma discoteca. Tô sabendo que as cadeias de lá não são exatamente como as daqui, tem aquele negócio de superlotação, não é mesmo? Muito homem junto, não é a minha praia. Por falar nisso, me dá licença que tá na hora do meu banho de sol. Apareça quando quiser. A casa é sua!"

27.10.07

CPMF ajuda proliferação de bactéria

Lula gigante encontrada em Niterói – 5 metros de comprimento e 140 quilos (Foto: Celso Ávila/XPress)


Apulcro Mambojambo
ENVIADO ESPECIAL


A bactéria VRE, que contaminou pacientes do Hospital Geral de Bonsucesso (HGB), no Rio de Janeiro, não poderá ser controlada sem investimentos nas unidades da rede de saúde. De acordo com o coordenador do Controle de Infecção Hospitalar, faltam infra-estrutura e material, como luvas, máscaras, capotes, além de leitos e banheiros privativos, na rede de saúde pública.


“Nossos hospitais são muito atrasados e não estão adaptados a doenças novas e antigas”, criticou o infectologista. A direção do HGB detectou 43 infectados. Destes, cinco morreram, 21 estão internados, um foi transferido e 15 receberam alta. O hospital garantiu que os pacientes não morreram por causa da bactéria, mas pelo agravamento das doenças que já haviam contraído. A emergência do HGB está fechada.


Ouvindo o depoimento do infectologista, um paciente, bastante impaciente depois de esperar três dias por um copo d’água que nunca chegava, comentou: “Ora, se este lugar não está adaptado a doenças, nem novas, nem antigas, para que serve? Por que não o transformam em um hospital, que é o que precisamos?”


Desde 2002, foram detectados focos em oito hospitais da cidade. O Sindicato dos Médicos quer propor ao Ministério Público Federal uma investigação para saber qual é a real situação da disseminação da bactéria Enterococcus VRE. Já está pronto um dossiê denunciando a superlotação das emergências e a precariedade do serviço. Segundo o sindicato, a contaminação começou em um doente renal crônico, que estava há dois meses na emergência.


“Queremos saber porque um paciente ficou tanto tempo na emergência”, disse o infectologista. Sem condições de trabalho, os médicos têm de enfrentar outros surtos, como o de tuberculose. “As infecções propagam-se com rapidez, mas as medidas para solucionar os problemas são lentas” reclamou o infectologista. A situação é alarmante. O descaso é tão grande que até o número de médicos contaminados cresceu. “As autoridades tratam essa doença como se ela não existisse”, denunciou o infectologista.


Enquanto isso, a bactéria VRE passou tranquilamente pela porta do HGB e foi dar um mergulho na praia, já que fazia muito calor ontem no Rio de Janeiro. Durante o saudável mergulho, encontrou uma lula e aproveitou para ficar brincando em cima dela, que nadava velozmente em busca de alimento. Porém, o contato da bactéria com o popular habitante dos mares acabou causando uma reação orgânica na lula, que começou a engordar, chegando a 140 quilos, com cinco metros.


Sem saber o que acontecia, a lula acabou se enrolando nas redes de uns pescadores, perto de Niterói. Entrevistada pela reportagem do JORNAL DA LUA, a lula afirmou: “Não sei de nada.” A bactéria VRE, sem conseguir se desgrudar da lula, disse que estava se divertindo bastante, “pegando carona nesse bicho esquisito, até que esses pescadores chegaram. Mas, não vai dar pra comer a lula, senão todo mundo vai pegar a maior diarréia e mofar nos corredores dos hospitais. E olha que de hospitais eu entendo, hein?”


No Congresso Nacional, em Brasília, deputados e senadores passaram o dia debatendo o caso. “É por essas e outras que temos de aprovar a CPMF”, bradava o líder do governo, Romário Cajú. O líder da oposição, Epifânio Mantegueira, rebateu na hora: “Vossa excelência alega que a CPMF será usada para sanar os problemas dos hospitais brasileiros. Aliás, é para isso que ela foi criada. No entanto, sabemos que esse dinheiro vai pra todo lado, menos pros hospitais.”


Romário Cajú argumentou: “Que culpa tem a lula, se a tal bactéria VRE foi lá pra perturbar o sossego dela? Por que a VRE não ficou no seu devido lugar, que é o hospital carioca?” Irritado, Mantegueira o interrompeu: “Vossa excelência defende a lula, mas não percebe que a boa saúde da lula depende da aprovação da CPMF.”


“Ah, então vossa excelência concorda comigo, que devemos aprovar a CPMF?”, disse Cajú. “Se é para salvar a lula, creio que devemos aprovar, sim”, respondeu Mantegueira. “Mas, como podemos ter a certeza de que o dinheiro da CPMF vai mesmo para os hospitais e para salvar as lulas?”


O líder do governo convidou o colega da oposição para um cafezinho no restaurante do Senado, quando poderiam tentar um acordo de cavalheiros:


“Vamos fazer um esforço concentrado”, disse Cajú.


“Vossa excelência paga o cafezinho?”, perguntou Mantegueira.


“Pago”, disse o líder do governo.


“Posso pedir um pão de queijo quentinho, pra acompanhar?”


“Pode.”


“Então, eu vou.”


16.10.07

Jornal da Lua volta às provas do ENEM

AVISO DE DIG, FILHO DA DEB, DIRETORA ADMINISTRATIVA DESTE JORNAL:

Estamos numa Lan House, em Copacabana, no Rio de Janeiro. Não toda a equipe, pois o editor, como sempre, fica mais tempo na praia do que nós. No entanto, ele mandou informar que veio ao Rio em missão secreta, pra tentar convencer nosso contista, Chico PF, a comer menos. Fomos ontem na casa dele, e ele quase não cabia no elevador! O editor disse que volta ainda nesta semana, mas, se parar de chover, pode ser que ele fique mais uns dias. O Rio é um barato! Vou pedir pra minha mãe me trazer aqui mais vezes!!!!!! Tchauuuuuuuuuuuuuuuu!!!!!!


Yvonne da Lua
CORRESPONDENTE INTERNACIONAL NO ENEM

Alunos do ENEM atacam mais uma "veiz"... Entre parênteses, os comentários dos professores.

"O sero mano tem uma missão..."
(A minha, por exemplo, é ter que ler isso!)

"O Euninho já provocou secas e enchentes calamitosas.."
(Levei uns minutos para identificar o El Niño...)

"O problema ainda é maior se tratando da camada Diozanio!"
(Eu não sabia que a camada tinha esse nome bonito.)

"Enquanto isso os Zoutros... tudo baixo nive..."
(Seja sempre você mesmo!!)

"A situação tende a piorar: o madereiros da Amazônia destroem a Mata Atlântica daregião."
(E, além de tudo, viajam pra caramba, hein?)

"O que é de interesse coletivo de todos nem sempre interessa a ninguém individualmente."
(Entendeu?)

"O grande problema do Rio Amazonas é a pesca dos peixes."
(Achei que fosse a pesca dos pássaros.)

"É um problema de muita gravidez."
(Com certeza...se seu pai usasse camisinha, não leríamos isso!)

"A AIDS é transmitida pelo mosquito AIDES EGIPSIO."
(Sem comentário.)

"Já está muito de difíciu de achar os pandas na Amazônia"
(Que pena.Também ursos e elefantes sumiram de lá.)

"A natureza brasileira tem 500 anos e já esta quase se acabando"
(Veio nas caravelas, certo ?)

"O cerumano no mesmo tempo que constrói, também destroi, pois nos temos que nos unir para realizarmos parcerias juntos."
(Não conte comigo.)

"Não preserve apenas o meio ambiente e sim todo ele."
(Faz sentido!)

"Na verdade, nem todo desmatamento é tão ruim. Por exemplo, o do Aeds Egipte seria um bom beneficácio para o Brasil"
(Vamos trocar as fumaças pelas moto-serras.)

"Vamos mostrar que somos semelhantemente iguais uns aos outros"
(Com algumas diferenças básicas!!)

"... menos desmatamentos, mais florestas arborizadas."
(Concordo! De florestas não arborizadas, basta o Saara!)

"... provocando assim a desolamento de grandes expecies raras."
(Vocês não sabiam que os animais têm depressão?)

"Nesta terra ensi plantando tudo dá."
(Isto deve ser o português arcaico que Caminha escrevia...)

"Isso tudo é devido ao raios ultra-violentos que recebemos todo dia"
(Meu Deus... Haja pára-raio!)

"Tudo isso colaborou com a estinção do micro-leão dourado."
(Quem teria sido o fabricante? Compaq ? Apple? IBM?)

"Imaginem a bandeira do Brasil. O azul representa o céu , o verde representa as matas, e o amarelo o ouro. O ouro já foi roubado e as matas estão quase se indo. No dia em que roubarem nosso céu, ficaremos sem bandeira.."
(Ainda bem que temos aquela faixinha onde está escrito "Ordem e Progresso".)

"Ultimamente não se fala em outro assunto anonser sobre os araras azuls que ficam sob voando as matas."
(Talvez por terem complexo de urubus!)

"... são formados pelas bacias esferográficas."
(Imaginem as bacias da BIC.)

"Eu concordo em gênero e número igual."
(Eu discordo!)

"Precisa-se começar uma reciclagem mental dos humanos, fazer uma verdadeira lavagem celebral em relação ao desmatamento, poluição e depredação de si próprio."
(Concordo: depredação de si mesmo!)

"O serigueiro tira borracha das árvores, mas não nunca derrubam as seringas."
(Estas podem ser derrubadas porque são descartáveis)

"A concentização é um fato esperansoso para todo território mundial.."
(Haja coração!)

"Vamos deixar de sermos egoistas e pensarmos um pouco mais em nos mesmos."
(Que maravilha!)

"O Brasil não teve mulheres presidentes mas várias primeiras-damas foram do sexo feminino."
(Denúncia gravíssima: isto significa que vários ex-presidentes casaram-se com travestis!)

"O número de famigerados do MST almenta a cada ano seletivo."
(E a burrice não “diminói”!!!)

"Os anaufabetos nunca tiveram chance de voltar outra vez para a escola."
(Nem de ir... Affff!!!)

"Vasilhas de luz refratória podem ser levadas ao forno de microondas sem queimar."
(Alguém poderia traduzir???)

"O bem star dos abtantes da nossa cidade muito endepende do governo federal capixaba."
(Vende-se uma máquina de escrever faltando algumas letras!!!)

"Animais vegetarianos comem animais não-vegetarianos."
(Algumas antas comem mulheres carnívoras, né?)

"Não cei se o presidente está melhorando as insdiferenças sociais ou promovendo o sarneamento dos pobres. Me pré-ocupa o avanço regresssivo da violência urbana."
(“Sarneamento” deve ser a aplicação das teorias do Zé Sarney... eu “axo”... mas não me “pré-ocupo” muito...)

11.10.07

Jornal da Lua entra na Corrente da Amizade

Três amigas blogueiras, Betty, Rosana e Regina, indicaram o Jornal da Lua como "blog amigo". É a "Corrente da Amizade", que circula em nosso meio. Como nos passaram a incumbência de indicar dez blogs amigos, fizemos aqui algumas reuniões na redação e chegamos à conclusão que deveríamos escolher nossos amigos mais antigos, aqueles que nos acompanham desde o início.

É certo que novos blogueiros já se juntaram ao Jornal da Lua e também podem ser chamados de amigos, enquanto outros, por motivos alheios à nossa vontade, abandonaram o barco e foram singrar outros mares. Mas, como dissemos, vamos dar preferência aos que entram em nossa casa sem bater na porta, brincam com o cachorro e o gato e pedem uma xícara de açúcar pra fazer um bolo, dizendo que podemos ir lá depois pra comer um pedaço. São estes os nossos escolhidos da blogosfera, aqueles que admiramos como autores e temos como verdadeiros amigos:


MÃE GLOBAL

Quando iniciamos nossa aventura, em abril, procuramos alguns blogs parceiros. Depois de horas de tempo perdido, quando descartar a caixa de comentários começava a ganhar força, surgiu o Mãe Global, como a aurora de um novo dia. Descobrimos então que existia vida inteligente na blogosfera e que, afinal, criar um blog poderia ser uma boa idéia. Se o Mãe Global existia, poderiam existir outros do mesmo calibre. Foi um alento. Rosana e sua amiga Gladys falam de temas sempre importantes, que precisam ser repetidos à exaustão, até que o ser humano passe a cuidar melhor de si mesmo e do planeta em que vivemos. Além disso, Rosana dá o exemplo, não fala de saúde e ecologia apenas porque são "temas da moda". É gentil, educada, generosa e preocupada com os amigos. É uma verdadeira Mãe Global.

BLOGGENTE

Numa de nossa visitas ao Mãe Global, descobrimos a Yvonne, do Bloggente, assim mesmo, tudo junto. Yvonne é uma admirável cronista de nosso cotidiano, que trata as palavras como quem faz um passeio pela cidade. Por mais complexos que sejam os temas, ela nos entrega reflexões tranqüilas, acessíveis a qualquer um. Discorrer sobre certos temas, com a naturalidade e a simplicidade que Yvonne consegue, não é tarefa fácil. O Bloggente entraria facilmente em qualquer lista dos melhores blogs da Web. Nós, do Jornal da Lua, não somos bobos e já a contratamos para a nossa equipe.

PALAVRAS

Patty Alves é a dona do "Palavras". E que palavras! É outra blogueira excepcional que encontramos via Mãe Global. Patty lembra Neruda, que faz poesia para uma simples vassoura. Mas, não estamos aqui falando de poesia em seu sentido tradicional. Não é nada disso. Patty é outra brilhante cronista, mas, ao final da leitura de qualquer um de seus textos, ficamos com a nítida impressão de que lemos uma poesia digna de Pessoa, de Drummond. Tal a delicadeza com que ela trata as palavras. Não há uma palavra em excesso, nem uma palavra que fique de fora. Depois da leitura das palavras da Patty, parece que não há mais nada a dizer. Ela consegue, mesmo em um pequeno post, esgotar um assunto. As palavras gostam dela. Não há quem não goste de Patty Alves. Para nós, do Jornal da Lua, é uma missão impossível.


CLÍNICA DA PALAVRA

A valente gaúcha Maristela Bairros também analisa fielmente os temas do cotidiano, mas joga por cima, depois do prato preparado, uma dose de humor à moda da casa. Não há quem resista aos seus comentários irônicos, sempre em cima dos fatos, por pior que sejam. Ela não se deixa levar pelo desânimo e sai "Chutando o Balde", título de seu livro genial, que já recebeu o aval de personalidades como Jô Soares. Maristela não precisa provar mais nada. É um talento consolidado e indiscutível, pelo menos para nós, do Jornal da Lua, que a contratamos logo após os primeiros contatos.

CARAMINHOLAS

Usar o humor para passar por cima de seus problemas é a especialidade da paulistana Alê Barros, do Caraminholas. Alê, como uma personagem de uma comédia de Woody Allen, nos fala de seus micos diários, sem esconder nada, nos lembrando que somos humanos e as mancadas fazem parte de nossa existência. Se o genial cineasta lesse o blog da Alê, com certeza teria muitos argumentos para seus filmes.

BETTY

O blog tem o nome dela: Betty. É ali, naquele espaço iluminado, que ela nos faz refletir sobre os mais diversos assuntos. Quando quer, faz poesia também. Em verso ou prosa, Betty tem um estilo original, é uma autora indispensável na blogosfera. Ainda por cima, nos trata como velhos amigos, o que é ótimo. Recentemente, teve que se ausentar do blog, por motivos familiares, e, na volta, mandou um e-mail para cada um de seus leitores, cada um de seus amigos. No mundo de hoje, em que somos tratados como números, Betty é uma estrela brilhante que nos faz olhar para o alto, para a vastidão do Universo. E nos lembra que "ser humano" é "ser" humano.

ENCANTO

Elisabete Cunha é uma lutadora. Não se preocupa se o tema que vai abordar é bom e agradável, ou ruim e chato. O que importa é a utilidade. Se for preciso, ela joga na tela e disseca como um médico legista. O resultado é uma visão clara do assunto abordado. Tudo numa extrema leveza. A gente vai lendo, lendo, nem percebe o tempo passar. Mesmo um post sobre a fome fica fácil de ler, se estamos no Encanto.


SHEHERAZADE

Regina, do Sheherazade, é uma arretada pernambucana que poderia muito bem ser roteirista de programas cômicos na televisão. Escreve com uma elegância difícil de se ver, mas é implacável em seus comentários, analisando as mazelas, principalmente do Brasil moderno, com uma lucidez impressionante. É impossível parar de ler qualquer um de seus textos. Mesmo que o leite esteja fervendo no fogão, a gente deixa tudo pra depois, mas não deixa um texto de Regina pela metade. É craque no assunto, deveria ser leitura obrigatória para todo mundo que pretende criar um blog.

PAIXÕES E ENCANTOS

Carla Granja, do Paixões e Encantos, é uma adorável lusitana que faz com que nós, brasileiros, reflitamos sobre nossa habitual tendência de pensar que os portugueses são todos tristes e vivem reclamando da vida. Para Carla Granja, não tem tempo ruim. Ela deixa tudo que é ruim de lado e foca a atenção nas coisas boas da vida. Canta o amor e suas delícias. Quem pode ser contra? Em cada post, Carla nos remete aos poetas de todos os tempos, sempre cantando o amor.

MY CAT BLOG

No mês de setembro, Juliana Helena, a Juju, completou 15 anos de vida. Essa jovem estudante, que mora em Teresina, no Piauí, escreve muito melhor, e com muito mais conteúdo, do que muita gente grande. Se as grandes autoras citadas acima representam o presente inteligente dos blogs, Juju é o futuro inteligente da blogosfera. Porque não basta apenas ter futuro. O futuro precisa ser melhor do que os dias em que vivemos. E o My Cat Blog nos dá essa esperança. Juju é a maior incentivadora do Jornal da Lua. Como o pessoal aqui é muito preguiçoso, toda semana ela nos manda recados do tipo "quero um post novo". E a gente tem que se virar!

E assim caminha a blogosfera. Novos blogueiros se unem ao Jornal da Lua, como Vieira Calado, Ricardo Rayol, Saramar, Mariana, Paola, André Werner, Ana Paula Garrido, Ana Paula Montandon... Onde estiver um blog inteligente, com gente amiga no comando, o Jornal da Lua estará ao lado. Para divulgar. Para ser amigo.

6.10.07

Doutor Bruegel atende

Dr. Hieronymus Bruegel é psiquiatra, residente no Jornal da Lua

Prezado doutor Bruegel: eu ontem fui à festa na casa do Bolinha. Confesso, não gostei dos modos da Glorinha. Toda assanhada, nunca vi igual...Trocava mil beijocas com o Raposo no quintal. Porém, pouco durou aquela paixão. Pois Bolinha, com ciúmes, formou a confusão. Aninha tropeçou e os pratos derrubou... E a casa do Bolinha num inferno se tornou. Bolinha provou que é ciumento pra chuchu. E que não gosta da Lulu... Bobinha... Que por ele ainda chora! Com tanto pão dando bola no salão, Luluzinha foi gostar logo do Bolão! (Juliana Helena - Teresina)

Prezada Juliana Helena: hoje é festa lá no meu apê, pode aparecer, vai rolar bundalelê! Hoje é festa lá no meu apê, tem birita até amanhecer! Chega aí, pode entrar, quem tá lá tá em casa. Lá ninguém fica só, entra e toma uma birita, porque a noite é uma criança. Hoje é festa lá no meu apê, pode aparecer, vai rolar bundalelê! Hoje é festa lá no meu apê, tem birita até amanhecer!
Tudo é festa, pegação! Vou zoar o mulherio e a chapa vai esquentar! Hoje é festa lá no meu apê, pode aparecer, vai rolar bundalelê! Hoje é festa lá no meu apê, tem birita até amanhecer.

4.10.07

Não me provoque!

Maristela Bairros
CORRESPONDENTE

Não invente de disfarçar mau humor, mesmo que isso lhe valha o risco de ganhar pontos negativos na cadernetinha do chefe. Ou ainda o perigo de perder aquela criatura fabulosa que você vem cultivando há meses. Lembre-se de que você tem mais de um milhão de motivos para levantar da cama com raiva do mundo e que nem o mais cafajeste dos hipócritas deixa de passar por isso.

Não tem explicação lógica, você não tem obrigação de se justificar, e se as pessoas não têm a capacidade de entender seus momentos de maus bofes, ah, francamente, não valem sua companhia. Se acha que vai fraquejar, use um truque: piore a cara de mau. A turma em volta, do chato do porteiro à namoradinha do executivo do oitavo andar, todos podem achar um horror sua atitude, mas eles todos vão pensar antes de abrir a boca para reclamar.

Publicado em "Chutando o Balde", Editora Artes e Ofícios - Porto Alegre, livro de cabeceira da turma do Jornal da Lua.

29.9.07

Presidente defende álcool na ONU

GUDESTEU HOSTALÁCIO
ENVIADO ESPECIAL

O presidente Luiz Polvo da Silva voltou à tribuna da ONU na manhã deste domingo, tentando curar a ressaca da cerimônia da noite passada, quando resolveu experimentar vários tipos de bebidas estrangeiras, e provar que nenhuma delas é superior à tradicional caipirinha brasileira.

- A gente não devemos nos iludir - afirmou o presidente - sobre o que vai substituir o petróleo nos nossos carros no futuro próximo que se avizinha. Já foi provado e disprovado qui (hic!) o álcool da cana brasileira é o melhor álcool para todos os momentos, todos os carros, todos os trens e (hic!) todas as festas do mundo! Por falar em festa, todo mundo aqui já tá convidado pra baita festa que nóis vâmu fazê lá no Rio de Janeiro em (hic!) 2012. Todo mundo vai ver qui a cana de nosso país é a maior cana que tem. Não falo nem (hic!) no tal do açúcar que tamém tiram da cana, pois açúcar é coisa de criança e faz mal pros dentes, como (hic!) ocêis todos aqui sabem. Falo mesmo é do álcool, qui é o que nos interessa aqui, não é mesmo?

Acompanhado pela ministra Magda Suplício e pelo ministro da Fome e Desenvolvimento Social, Paliativus Onanias, o presidente pediu um copo de água gelada:
- Magda, venha dizer umas palavras aqui, enquanto eu tomo água!

A ministra chegou perto do microfone, tirou um espelhinho da bolsa Armani, colocou um brilho nos lábios, olhou pro microfone e disse:
- Aiiiiiiiiiii, de onde veio esse microfone? Quero um pra mim! É tão assim...másculo, vocês não acham? Bem, éééééééééééééééééé...olha, se eu fosse vocês, não pensava duas vezes: o presidente tá certo, gente! Caipirinha boa é a nossa! É só colocar 51, gelo e limão! Tem gente que gosta de açúcar no meio, mas eu não! Aí, você bebe, relaxa e goza, não é, presidente Polvo?

O presidente voltou à tribuna: - Agradeço às palavras sempre muito inteligentes e oportunas de nossa ministra. O que ela diz é verdade: se vocês misturá a 51 com gelo e limão, num pricisa de açúcar ninhum! Tem gente qui gosta, mas eu e a Magda dispensamu!

O representante da Alemanha, Helmutt Hans Fritz Salsichon, pediu um aparte: - I o que o senhôra pensa do cerveja? O senhôra acha que o cerveja também pode ser uma boa combustível no futura?

- Sem dúvida nenhuma. Sou um grande apreciador, mas creio que a cerveja, assim como o chope, ainda dependem de muitos anos de istudo e pesquisa pra gente pudê dizê: pronto, tá aprovado pra ser biocombustível. Sugiro, no entanto, que o sinhô e seus amigo da Alemanha continue fazendo teste com a cerveja, pra ver se os carros aguenta tomá mais chope do que nós tomamo na festa de onti, tá certo? Agora, vô chamá meu amigo Onanias, pra falar procês cumo é qui se usa um imposto, que era pra remédio e hospital, virá bolsa-esmola, quer dizer, bolsa-família. O nome é esse mesmo, Onanias?

- É esse mesmo, senhor presidente. Meus amigos, minhas amigas: olha, não tem segredo. Vocês falam que um imposto, que devia ser único, como a CPMF, por exemplo, vai resolver os problemas de saúde do país, entenderam? Depois, vocês aplicam a grana em outra coisa, pra poder agradar ainda mais ao povo e ninguém vai se lembrar de saúde, é fácil! No ano passado, dos 7 bilhões que arrecadamos com a CPMF, 6 bilhões foram usados pro bolsa-família. O povo, que morria de fome, pode morrer de outra coisa até, mas, de vez em quando, vai comer uma carne de charque, ou uma mandioquinha, um feijãozinho, não é verdade?

O presidente Polvo da Silva agradeceu a intervenção do ministro Paliativus Onanias, do Ministério da Fome e do Desenvolvimento Social, e prosseguiu:
- Bom, minha gente, vamu dexá de cunversa fiada e vamu logo ao qui interessa pra nóis: de noite, tão todo mundo convidado pra tomá uma lá na nossa embaixada, certo? A parti de 6 hora, ocêis podi chegá qui nóis já vamu tá lá, tomanu umas i outras. Vô mandá reservá cadeiras especiais pru pessual da Alemanha, Iscócia, Chile, Purtugal e França!

O representante dos Estados Unidos perguntou porque os países citados teriam tratamento diferente. Antes de se retirar da tribuna, o presidente Polvo respondeu:
- E onde é que fáiz u milhó uísque, a milhó cerveja, o milhó vinho? Mais, pensando bem, ocê tamém pode ir, qui eu ti arrumo uma cadeira legal. Só num isquece de levá pelo menu umas trêis garrafa de Jack Dâniel, tá certo?

21.9.07

Estudantes estudam se Brasil terá futuro futuramente

Yvonne da Lua
CORRESPONDENTE INTERNACIONAL NO ENEM*

De acordo com o Ministério da Educação, "o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é um exame individual, de caráter voluntário, oferecido anualmente aos estudantes que estão concluindo ou que já concluíram o ensino médio em anos anteriores. Seu objetivo principal é possibilitar uma referência para auto-avaliação, a partir das competências e habilidades que estruturam o Exame.

"O modelo de avaliação adotado pelo ENEM foi desenvolvido com ênfase na aferição das estruturas mentais com as quais construímos continuamente o conhecimento e não apenas na memória, que, mesmo tendo importância fundamental, não pode ser o único elemento de compreensão do mundo.

"Diferentemente dos modelos e processos avaliativos tradicionais, a prova do ENEM é interdisciplinar e contextualizada. Enquanto os vestibulares promovem uma excessiva valorização da memória e dos conteúdos em si, o ENEM coloca o estudante diante de situações-problemas e pede que mais do que saber conceitos, ele saiba aplicá-los.

"O ENEM não mede a capacidade do estudante de assimilar e acumular informações, e sim o incentiva a aprender a pensar, a refletir e a 'saber como fazer'. Valoriza, portanto, a autonomia do jovem na hora de fazer escolhas e tomar decisões."

O Jornal da Lua teve acesso a alguns trechos dessas provas e os publica agora. Abaixo de cada trecho selecionado, o comentário do coitado do professor.


-Fidel Castro liderou a revolução industrial de 1917, que criou o comunismo na Russia.

(Bom... deve ter sido o avô dele...)

-O Convento da Penha foi construído no céculo 16 mas só no céculo 17 foi levado definitivamente para o alto do morro.

(Deve ter demorado o “céculo” inteiro pra fazer a mudança...)

-A História se divide em 4: Antiga, Média, Momentânea e Futura, a mais estudada hoje.

(Esqueceu da História em Quadrinhos)

-Os índios sacrificavam os filhos que nasciam mortos matando todos assim que nasciam.

(Pena que a mãe dessa anta não era índia...)

-Bigamia era uma espécie de carroça dos gladiadores, puchada por dois cavalos.

(Ou era uma “biga” macho que tinha duas “bigas” fêmeas, puxada por uma anta???)

-No começo Vila Velha era muito atrazada mas com o tempo foi se sifilizando.

(Deve ter sido no tempo que chegaram as primeiras prostitutas lá...)

-Os pagãos não gostavam quando Deus pregava suas dotrinas e tiveram a idéia de eliminá-lo da face do céu.

(Como será que eles tencionavam fazer isto???)

-A capital da Argentina é Buenos Dias.

(E, de noite, muda o nome pra Buenas Noches...)

-A prinssipal função da raiz é se enterrar no chão.

(E a “prinssipal” função do gozador é morrer de rir com uma dessas...)

-As aves tem na boca um dente chamado bico.

(Cruz credo...)

-A Previdência Social assegura o direito a enfermidade coletiva.

(Quando há uma epidemia, não deixa de ser verdade...)

-Respiração anaeróbica é a respiração sem ar, que não deve passar de 3 minutos.

(Senão a anta morre...)

-Ateísmo é uma religião anônima praticada escondido. Na época de Nero, os romanos ateus reuniam-se para rezar nas catatumbas cristãs.

(“Catatumbas”... hein?!)

-Os egipícios dezenvolveram a arte das múmias para os mortos poderem viver mais.

(O cérebro dessa anta não se “dezenvolveu”!!!)

-O nervo ótico transmite idéias luminosas para o cérebro.

(Essa anta não deve ter o tal nervo, senão seu cérebro não seria tão obscuro...)

-A Geografia Humana estuda o homem em que vivemos.

(Esse deve ser gay...)

-O nordeste é pouco aguado pela chuva das inundações frequentes

(É verdade, de São Paulo até o Nordeste falta construir aquadutos para levar as inundações...)

-Os Estados Unidos tem mais de 100.000 Km de estradas de ferro asfaltadas.

(NÃO... Eu não li isso...)

-As estrelas servem para esclarecer a noite e não existem estrelas de dia porque o calor do sol queimaria elas.

(A noite deve ter ficado muito esclarecida com essa idéia luminosa...)

-Republica do Minicana e Aiti são países da ilha América Central.

(Procura-se urgente um Atlas Geográfico que venha com um Aurélio junto...)

-As autoridades estão preocupadas com a ploleferação da pornofonografia na Internet.

(Pornofonografia??? Tá... Então um CD dos Raimundos é pornofonografia...)

-A ciência progrediu tanto que inventou ciclones como a ovelha Dolly.

(E deve ter inventado também a Operação Furacão, que colocou alguns juizes no olho do clone...)

-O Papa veio instalar o Vaticano em Vitória mas a Marinha não deixou para construir a Capitania dos Portos no mesmo lugar.

(Tadinho do Papa...)

-A devassa da Inconfidência Mineira foi Marília de Dirceu, a amante de Tiradentes.

(Rsrsrs... Misturou tudo...)

-Hormônios são células sexuais dos homens masculinos.

(Isso!!! E, nos homens femininos, essa célula chama-se frescuromônios...)

-Os primeiros emegrantes no ES construiram suas casas de talba.

(Ao mesmo tempo que praticavam tiro ao Álvaro...)

-Onde nasce o sol é o nacente , onde desce é o decente.

(E a anta que escreveu isto é indecente!!!)

-A terra é um dos planetas mais conhecidos e habitados no mundo. Os outros planetas menos demográficos são: Mercurio, Venus, Marte, Lua e outros 4 que eu sabia mas como esqueci agora e está na hora de entregar a prova, a senhora não vai esperar eu lembrar, vai? Mas tomara que não baixe minha nota por causa disso porque esquecer a memória em casa todo mundo esquece um dia, não esquece?

(E eu quase chorei...)

Eu também, leitores! Quase chorei. De rir! Eu, hein? É? Neeeeeeeeeeeeeemmmmmmmmm!!!

*Yvonne da Lua viajou a convite do Ministério da Inducação

16.9.07

Pedro de Lara baixa em terreiro cubano e critica a música baiana

Maristela Barrios
DIRETO DE HAVANA
*

A estas alturas, não sei se chegará aí a mensagem enviada com a gentil ajuda de alguns hermanos que tentavam chegar a Miami a bordo de um tonel usado para fazer assado aqui em Havana.

Estou escondida em uma ruela de um lugar que não conheço (nem quero conhecer), perto da casa da mãe de santo que me indicaram para a entrevista com Pedro. Acho que teremos de reajustar o cachê e a ajuda de custo, porque ninguém sabe o quanto me custou para me fazer passar por Gloria Estefan.

Bom. Mas vamos à missão, digo, entrevista, com o finado. Primeiro, tive de pagar em dólares na tal casa de santería, porque o caballo dono da terreira disse que em moeda local não baixava o espírito nem que Fidel ordenasse em pessoa. Mais despesa!

Foi duro! Três horas até que Pedro, que agora se identifica como Del Lara, baixasse. Disse que está muy bien, que a passagem foi ótima, que não aguentava mais viver fazendo o tipo e que vai acertar as contas com Flávio Cavalcanti em seguida. Disse também que a primeira criatura que lhe apareceu foi Márcia de Windsor, de brinco de pérola e laquê no coque banana. O mesmo jeitinho, o que o fez surtar tanto que derrubou o pobre do caballo de quatro no chão.

Quando lhe perguntei porque tinha decidido se comunicar numa terreira cubana, gritou que não dá pra suportar as músicas dos macumbeiros baianos, que são muito ruins, e que ele achava que em Cuba ia ouvir pelo menos o Tito Puente de fundo.

Eu ia fazer mais perguntas, mas ele deu uns murros no congá, me meteu o dedo na cara e disse que chegava. Saí zonza e agora tento chegar no aeroporto a pé. O diabo é que metade dos caras que encontro quer que eu rebole e cante Por Un Beso e a outra metade quer me linchar por eu ter traído El Caballo, não o pai de santo, mas o barbudo velho mesmo.

Conversamos quando eu chegar, para reavaliar o contrato. Assim que conseguir me livrar da peruca e dos tamancos, vou tentar cair fora.

Da enviada especial,
Maristela Estefan, digo, Barrios, digo Bairros, carajo!!!!!!!

*Maristela viajou a Havana, de Miami, convidada por Jangadas Sierra Maestra, Las Mejores!