lobo e lua

lobo e lua

12.11.07

Dr. Bruegel atende aflita consulente

Prezado dr. Bruegel: tristeza não tem fim. Felicidade, sim. A felicidade é como a gota de orvalho numa pétala de flor: brilha tranquila, depois de leve oscila, e cai como uma lágrima de amor. A felicidade do pobre parece a grande ilusão do Carnaval: a gente trabalha o ano inteiro por um momento de sonho, pra fazer a fantasia de rei ou de pirata ou jardineira, pra tudo se acabar na quarta-feira.

Tristeza não tem fim, dr. Bruegel. Felicidade, sim. A felicidade é como a pluma que o vento vai levando pelo ar: voa tão leve, mas tem a vida breve, precisa que haja vento sem parar. É por isso que eu, Tom e Vinícius, dizemos: tristeza não tem fim. Felicidade, sim.
(Patricia - Volta Redonda)

Prezada Patricia: não precisa chorar. É teu, somente teu, meu coração. Não precisa brigar, e nem sequer pensar em solidão. Não fique triste, não, fazendo-me infeliz. O que passou, passou, bem sabes o quanto eu te quis.

Por isso, digo que eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também! Eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também. Quanto tempo eu vivi a procurar por você, meu bem, até te encontrar! E se você pensar em me deixar, farei o impossível pra ficar e até eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também! Você pode até gostar de outro rapaz, que te dê amor, carinho e muito mais. Porém, mais do que eu ninguém vai dar. Até o infinito eu vou buscar! E então eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também! Toda a minha vida eu já te dei, e agora já não sei o que vou fazer se te perder, eu morrerei! Ah, eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também! Eu te darei o céu, meu bem, e o meu amor também!

18 comentários:

Ricardo Rayol disse...

ahahahahaha isso que eu chamo de consulta bizarra

Yvonne disse...

Você é um gozador, rsrsrs. Beijocas

Ana D disse...

Diálogos musicais são tão mais poéticos rsrs...

Priskka disse...

Essa foi muitoooo boa. É a consulta ideal. Super musical. Kkkkkkk...

Kika disse...

Me dê o telefone desse doutor, por favor!
rsrss!

Luara disse...

hahahaha
o céu é o limite!
morrendo de rir.

Bill quando eu descobrir pra que servem as normas do SUS eu te conto.

Até agora não vi muita coisa que consta no papel, na prática, mais acho que vai me ser útil no concurso que vou fazer.

Beijos!

AnaLua disse...

Quanta promessa!!! rsrsrsrsrs, e como as mulheres caem nessas promessas... ninguém dá o céu pra ninguém, o máximo é SE dar, e mesmo assim, sempre sobra uma parte que no nosso egoísmo a gente não dá mesmo, pode ser o coração, pode ser a alma, pode ser a ultima bolacha do pacote às vezes.

Beijo grande!!!!!!!!!

Weird disse...

As consultas musicais são as melhores, hehe, lembro-me da minha surpresa ao ler uma vez uma sobre a Luluzinha e o Bolinha...^^

mãe global disse...

Bill,
De vez em quando baixa um lado poético aí no Jornal da Lua que é sensasional! Adoro o Dr. Bruegel, ele é tão romântico!!!
Beijos,
Rosana

Cadinho RoCo disse...

E ainda acha pouco Patrícia?
Cadinho RoCo

Jacque disse...

Mandaram super-bem nessa! rsrsrsrs

Beijos.

elisabete do encanto disse...

Billllllllllll

saudades doidinho!

Lelinha disse...

Essas pessoas são das minhas..
E tudo se resolve com tempo e boa música...

Chocolate tbm, claro!

Beijooooo

carla granja disse...

., . - . - , _ , .
.) ` - . .> ' `(
/ . . . .`\ . . \
|. . . . . |. . .|
. \ . . . ./ . ./
.. `=(\ /.=`
.... `-;`.-'
......`)( ... ,
....... || _.-'|
........|| \_,/
........|| .*´¨)
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` *
*´¨) мιℓ вєιנoѕ♥*♥
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` **♥*♥
hje por acaso me sinto triste e nao me apetece nem rir ~
bjo

JuJu disse...

Nossa! Eu me surpreendi com o comentário do Dr. Bruegel! Eu pensei que ele só ia dizer "Isso é só depressão. E hoje eu não estou de bom humor.", mas ele foi bem além... literalmente galanteou a paciente!
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

Ana disse...

Ah, Dr. Bruegel...
Se todos fossem iguais a você...

maristela disse...

gerunda gerundina deve ter se lascado com o prefeito aquele.
bj

Ana Paula disse...

Ah, que inspirador que é o amor, não! ts