lobo e lua

lobo e lua

27.10.07

CPMF ajuda proliferação de bactéria

Lula gigante encontrada em Niterói – 5 metros de comprimento e 140 quilos (Foto: Celso Ávila/XPress)


Apulcro Mambojambo
ENVIADO ESPECIAL


A bactéria VRE, que contaminou pacientes do Hospital Geral de Bonsucesso (HGB), no Rio de Janeiro, não poderá ser controlada sem investimentos nas unidades da rede de saúde. De acordo com o coordenador do Controle de Infecção Hospitalar, faltam infra-estrutura e material, como luvas, máscaras, capotes, além de leitos e banheiros privativos, na rede de saúde pública.


“Nossos hospitais são muito atrasados e não estão adaptados a doenças novas e antigas”, criticou o infectologista. A direção do HGB detectou 43 infectados. Destes, cinco morreram, 21 estão internados, um foi transferido e 15 receberam alta. O hospital garantiu que os pacientes não morreram por causa da bactéria, mas pelo agravamento das doenças que já haviam contraído. A emergência do HGB está fechada.


Ouvindo o depoimento do infectologista, um paciente, bastante impaciente depois de esperar três dias por um copo d’água que nunca chegava, comentou: “Ora, se este lugar não está adaptado a doenças, nem novas, nem antigas, para que serve? Por que não o transformam em um hospital, que é o que precisamos?”


Desde 2002, foram detectados focos em oito hospitais da cidade. O Sindicato dos Médicos quer propor ao Ministério Público Federal uma investigação para saber qual é a real situação da disseminação da bactéria Enterococcus VRE. Já está pronto um dossiê denunciando a superlotação das emergências e a precariedade do serviço. Segundo o sindicato, a contaminação começou em um doente renal crônico, que estava há dois meses na emergência.


“Queremos saber porque um paciente ficou tanto tempo na emergência”, disse o infectologista. Sem condições de trabalho, os médicos têm de enfrentar outros surtos, como o de tuberculose. “As infecções propagam-se com rapidez, mas as medidas para solucionar os problemas são lentas” reclamou o infectologista. A situação é alarmante. O descaso é tão grande que até o número de médicos contaminados cresceu. “As autoridades tratam essa doença como se ela não existisse”, denunciou o infectologista.


Enquanto isso, a bactéria VRE passou tranquilamente pela porta do HGB e foi dar um mergulho na praia, já que fazia muito calor ontem no Rio de Janeiro. Durante o saudável mergulho, encontrou uma lula e aproveitou para ficar brincando em cima dela, que nadava velozmente em busca de alimento. Porém, o contato da bactéria com o popular habitante dos mares acabou causando uma reação orgânica na lula, que começou a engordar, chegando a 140 quilos, com cinco metros.


Sem saber o que acontecia, a lula acabou se enrolando nas redes de uns pescadores, perto de Niterói. Entrevistada pela reportagem do JORNAL DA LUA, a lula afirmou: “Não sei de nada.” A bactéria VRE, sem conseguir se desgrudar da lula, disse que estava se divertindo bastante, “pegando carona nesse bicho esquisito, até que esses pescadores chegaram. Mas, não vai dar pra comer a lula, senão todo mundo vai pegar a maior diarréia e mofar nos corredores dos hospitais. E olha que de hospitais eu entendo, hein?”


No Congresso Nacional, em Brasília, deputados e senadores passaram o dia debatendo o caso. “É por essas e outras que temos de aprovar a CPMF”, bradava o líder do governo, Romário Cajú. O líder da oposição, Epifânio Mantegueira, rebateu na hora: “Vossa excelência alega que a CPMF será usada para sanar os problemas dos hospitais brasileiros. Aliás, é para isso que ela foi criada. No entanto, sabemos que esse dinheiro vai pra todo lado, menos pros hospitais.”


Romário Cajú argumentou: “Que culpa tem a lula, se a tal bactéria VRE foi lá pra perturbar o sossego dela? Por que a VRE não ficou no seu devido lugar, que é o hospital carioca?” Irritado, Mantegueira o interrompeu: “Vossa excelência defende a lula, mas não percebe que a boa saúde da lula depende da aprovação da CPMF.”


“Ah, então vossa excelência concorda comigo, que devemos aprovar a CPMF?”, disse Cajú. “Se é para salvar a lula, creio que devemos aprovar, sim”, respondeu Mantegueira. “Mas, como podemos ter a certeza de que o dinheiro da CPMF vai mesmo para os hospitais e para salvar as lulas?”


O líder do governo convidou o colega da oposição para um cafezinho no restaurante do Senado, quando poderiam tentar um acordo de cavalheiros:


“Vamos fazer um esforço concentrado”, disse Cajú.


“Vossa excelência paga o cafezinho?”, perguntou Mantegueira.


“Pago”, disse o líder do governo.


“Posso pedir um pão de queijo quentinho, pra acompanhar?”


“Pode.”


“Então, eu vou.”


20 comentários:

Claudia Lira disse...

Manda o gatão do doutor Bruegel pra lá, que ele resolve tudo rapidinho. Ai, doutor Bruegel, quando é que você vai me atender, hein?
Claudia Lira (Presidente do Fã-Clube Doutor Bruegel)

JuJu disse...

Será que foi essa bactéria quem fez aquele cara (o da sugestão que eu te dei) parar no hospital?
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

Sheherazade disse...

Ô editorzinho folgado, sô! Quando eu penso que o cara foi pro Rio fazer a cobertura das chuvas que alagaram a cidade e obstruiram a passagem do túnel Rebouças, o cabra tá pesando lula gigante infectada e ... Pasmem! Ainda leva consigo uma criança (essa aí, do lado, fazendo gestos obscenos pros fiéis leitores). Enquanto isso, nossos "dignos" representantes ensaiam "tenebrosas transações" por uma média com pão e manteiga ... Isso lá é um país sério? Vou-me embora pra Pasárgada, vôte!

Beijos críticos, Senhor Editor!

Saramar disse...

Quem dera uma rede dessas de prender no Planalto Central!!!
Ai quem dera!

beijos, boa semana para todos.

Ricardo Rayol disse...

E isso se repete por todo o país, muito bem escrito.

maristela disse...

Ora, caro colega. O bicho só podia ser... lula!

Betty disse...

Essa bactéria bem que podia casar, ter muitas bacteriazinhas e depois ir até o Planalto, com toda a família, é claro, pedir uma dessas bolsas que andam distribuindo por lá. De quebra, daria uma passadinha na Câmara dos Deputados e no Senado, só para ver como está a situação da CPMF. Nesse tour por Brasília, ela ia deixando uma bacteriazinha aqui, outra alí, assim como quem não quer nada...

Daisy Bruegel disse...

Pra resolver mesmo, só mandando o dr. Bruegel gostosão investigar. Mas, não esqueça de tomar as vacinas, os antídotos e tudo o mais, certo? Quero você de volta são e salvo, meu lindo! Também sou do seu fã-clube.
Beijão!

Yvonne disse...

Bill, essa foi maravilhosa. Voltou inspirado, viu? Comparar o animal lula com a CPMF foi bem legal. Já passei o jornal para os amigos. Depois conta o que aconteceu na viagem. Beijocas

carla granja disse...

olá! actualizando as noticias no teu belo jornal. eu já fui a alguns hospitais ,já fui operada 2 vezes uma num hospital outro numa clinica e no hospital salvaram-me a vida e ainda hje nem sei como sobrevivi ,mas acho k nao falta tanta coisa como o k acabei de ler. meu amigo nao tenho tado muito bem,mas a pensar em kem gosta de me ler fix um novo poema :)
., . - . - , _ , .
.) ` - . .> ' `(
/ . . . .`\ . . \
|. . . . . |. . .|
. \ . . . ./ . ./
.. `=(\ /.=`
.... `-;`.-'
......`)( ... ,
....... || _.-'|
........|| \_,/
........|| .*´¨)
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` *
*´¨) мιℓ вєιנoѕ♥*♥
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` **♥*♥
e uma rosa para te deixar uma linda semana
bjo

Patty disse...

Será que o cafezinho está contaminado?

Você tem cada idéia genial!!!

Um beijo querido e ótima semana.

ps:falei do Jornal lá hoje.

luma disse...

Essa bactéria vive normalmente dentro do nosso organismo, no aparelho digestivo. O que pode acontecer, é a má administração de antibíoticos que a deixa mais resistentes. No caso dos hospitais, ela tende a mutar quando em contato com outras infecções. Quer saber, não é essa bactéria que está contaminando o povo. Quando eles descobrirem qual e qual a maneira correta de tratar será tarde.
Os próprios médicos deveriam ser mais cuidadosos, usando luvas e deixando o guarda-bactérias para ser lavado nas lavanderias especiais.
Você já pensou se a roupa desses hospitais não estiverem sendo lavadas corretamente? Essa bactéria poderá se espalhar facilmente entre a população.
Boa semana! Beijus

Ana D disse...

Que mix de idéias é esse ? Anda antenado com as notícias hen moço ? e escrevendo adequadamente sobre tudo rsrs..

Lelinha disse...

É por essas e outras que eu entrei na comunidade do orkut que avisa pro Bin Laden que aqui também tem duas torres...

O problema é pegar aquilo lá cheio...
=S

Beijo...

mãe global disse...

Bill,
E assim a CPMF é aprovada e tudo acaba em pizza, ou em lula, ou será em cafezinho e pão de queijo& Tanto faz, no fim quem se ferra é o povão mesmo!!!
Beijos,
Rosana

PS - Você conseguiu sair do Rio e chegar em casa depois daquela chuvarada toda&

Luara disse...

Ola!
Vim conhecer seu blog, e agradecer a visita!
Adorei a ideia de vcs viu!
A carainha de cada um estampado no mapa do brasil com um nariz de palhaço foi ótima!
Beijos passarei sempre por aqui.
Detalhe no nosso país tudo acaba em pizza .

andre wernner disse...

Bill,
Muito imaginativo! É isso aí. Criatividade e estilo. O “polvo” agradece. Abaixo, vai uma linha de raciocínio que busca virar a mesa. Veja se você concorda.

Se não concordar, sem problema. Democraticamente, como fazem no Planalto Central, joga no lixo! Hehehe

Em defesa da sociedade
Pois é, Bill
A coisa tá preta. Ops!
Cada vez pior
Para o povo ingênuo
Mesmo hoje e...
Futuro? Existe isso para o pobre?

Lamentavelmente, o pobre, o paupérrimo e o miserável do brasileiro por mais esperançoso que sejam, acaba morrendo sem ver o brilho de uma vida melhor.

Não! Não sou pessimista. Ainda acho, em última instância, que o pobre, se bem trabalhado, pode até escapar dessa sina. Claro, não todos, mas os mais vivos, os mais inteligentes, aqueles que não confiam suas vidas aos políticos e suas políticas públicas, mas vai à luta – sem foice nem machado –, mas com as armas da selva.

Selva de pedra, que inclui, boa argumentação, estudo necessário e uma visão de mundo, acima dos grotões e dos morros já dominados pelo narcotráfico, aliciadores dos “correrias”, que infestam o asfalto. Esses têm uma chance. Apenas, uma!

A vida dessas pessoas poderia ser mais tranqüila, não apenas com mais esperança, mas na prática, com mais justiça social. Não que a SOCIEDADE deve alguma coisa aos menos favorecidos. Não! A sociedade não deve nada a eles. Precisa, isso sim, respeitá-los como viventes do mesmo Planeta para que se viva harmoniosamente.

O débito para com eles é dos governos da República, de ontem e de hoje. Isso é muito sério. A SOCIEDADE paga mês a mês o seu tributo. O leão não perdoa e morde fundo!

Portanto a SOCIEDADE não pode ser acusada de omitir-se, de contribuir para o caos social que a república tupiniquim vive atualmente. A SOCIEDADE colocou o dinheiro – através dos impostos – nas mãos das autoridades constituídas através do voto democrático, dando ao Executivo e ao Legislativo, o poder de administrar e fazer bom uso dessa verba; e ao Judiciário, a devida fiscalização dessas ações.

Cabe, por assim dizer, que às instituições cumpram suas funções de fato e de direito, em favor do povo brasileiro dos quatro cantos do país. Se não cumpriram ou foram relapsas na distribuição das verbas, não oferecendo o mínimo necessário para uma vida digna aos moradores das periferias e dos morros apinhados, NÃO SE PODE CULPAR A SOCIEDADE numa generalização desmedida, mentirosa e cruel.

Fazer isso é incentivar a guerra entre classes sociais, que não interessa aos brasileiros de boa índole, mas, parece, interessa aos grupelhos de plantão que sempre se arvoram em cobrar retorno – o chamado pedágio – da sociedade, chamando-os de burgueses e/ou da elite branca.

A VERDADEIRA ELEITE em débito, não apenas com as classes mais pobres, mas com toda a sociedade – é fundamental que se diga – é a ELITE POLÍTICA que direta ou diretamente é responsável pelo manuseio dos R$ 40 bilhões de impostos arrecadados mensalmente pelo governo federal, e mais a montanha de dinheiro oriunda da CPMF, que também já está beirando os R$ 40 bilhões/ano.

Dito isso, é preciso chamar à responsabilidade os nossos governantes e desmistificar a mentira que vem sendo propalada contra a SOCIEDADE que mais paga imposto no mundo. Essa máscara precisa cair.

André Wernner

menina lunar disse...

Que legal o blog!!
Muito criativo e inteligente, ótima crítica, ótimo humor.
Estão todos de parabéns.
Beijo enorme!!

carla granja disse...

vinha me actualizar nas noticias mas ainda nao há novidades
te deixo um bjo e um bom fim de semana
carla granja

Ana Paula disse...

Meu sábio pai dizia: Filho feio não tem pai.Traduzindo: ninguém é culpa nunca é culpado por nada...