lobo e lua

lobo e lua

7.4.08

O menor conto de fadas do mundo

VERSÃO FEMININA

Era uma vez uma moça que pediu a um lindo garoto:

- Você quer se casar comigo?

Ele respondeu:

- NÃO!

E a moça viveu feliz para sempre! Fez compras, foi ao salão dar uma mudada no visual, conheceu muitos outros garotos, visitou muitos lugares, foi paquerada por onde passou, mudou pra praia, comprou carros, mobiliou sua casa, sempre estava sorrindo e de bom humor, nunca lhe faltava grana, bebia vinho e champagne com as amigas e ninguém mandava nela.

O rapaz ficou com uma barriga do tamanho do mundo, varizes, os cabelos cairam, os dentes apodreceram e ele acabou banguela, careca e sozinho.

FIM

(Valeu, Teresaaaaaaaaaaaaa!!!)

29 comentários:

Nathália disse...

Os menores e melhores contos de fada do mundo.
Hahaha

Me acabo de rir.

Beijão!

Lih disse...

hahahaha.. adorei a versao feminina!!!! sou eu! hahahaha

e adorei seu comentario tb, Bill.. nao sei como me encontrou pela blogsfera, mas adorei!

bom ter comentarios gentis como o seu.. =]

tou mto feliz por aki, de novo... =]

bjinhos

Luh disse...

Hahahaha!! Confesso que o Menor Conto de Fadas do Mundo, versão masculina, me deixou meio com uma pulga atrás da orelha. Mas agora a justiça já foi feita!!!
Esse texto me fez lembrar meu tio, doente, magrelo, abandonado, muxibendo no barraco dele..rs, pois sempre foi ignorante com todos. Então, eu reflito que, mesmo que a vida seja boa pra ser curtida, no fim da brincadeira, somos obrigados a ter um pé de chinelo para junto da gente.
beijos bill.

tita coelho disse...

ahahahahahaahahaha adorei! Ficou muito engraçado a versão feminina do menor conto de fadas!
beijos

Gabi disse...

Vocês são tão positivos, né?
Gente, se eu peço um homem em casamento e ele diz esse "NÃO" tão redondo... ai, sei lá... eu pediria um homem em casamento?! Gente, eu quero casar? Nem quero, sabia?
Divas não casam, beijos!

mãe global disse...

Ah, agora sim, a vez das mulheres! Gostei mais deste conto, hehe!Beijos,
Rosana

Sheherazade disse...

A proverbial vingança feminina é sempre de arrasar, né não?
Adorei! Peito lavado!!!

Beijos, querido.

Ricardo Rayol disse...

eu conheço a versão masculina mas tudo bem

Bia disse...

Bill, adorei a postagem anterior sobre o primeiro aniversário do Jornal da Lua. É bom saber como tudo começou, e a tua forma simples, objetiva e bem humorada de escrever, fez com que a enoooooorme postagem ficasse super gostosa de se ler. Quem tem o dom, amigo, escrevendo muito ou pouco, sempre agrada. Achei muito criativo o estourar dos fogos ao fundo. Coisa de gênio mesmo (rs).

Já havia comentado sobre o menor conto de fadas na tua visão, e adorei também a versão dada pela Teresa. Estão ambos de parabéns pela criatividade.

Ficam sorrisos e pétalas para iluminar tua semana, e um beijo no coração, com meu carinho e amizade.

Natália disse...

Aeee Bill! Gostei de ver! Os dois lados da moeda! hauhauhau
Bjus!
Ah, mto obrigada pelo teu comentário sobre a foto! Adorei o que o povo todo escreveu!

alex e! disse...

...hahahahahaha, adorei!!! afinal de contas, vale a lei de talião: olho por olho, dente por dente!!!! abraço...

Sueli disse...

Haha ... Gostei mais desta versão. Na que me mandaram por e-mail, os papéis estavam trocados ... hehehe... Abração, Bill!

-x-Maah disse...

Adorei esse! Pensei que só os homens iam ter direito a um conto de fadas né =P

ah,e eu tenho visitado alguns blogs sim =D

valeu mesmo pelo apoio Bill =D

Nadezhda disse...

Ia dizer que gostei mais desse, mas na verdade, gostei dos dois.

Tanto dele, quanto dela ;)

andre wernner disse...

Triste fim?
Pelo jeito para esse moço faltou mesmo foi amor!
O brilho do amor, da busca, da conquista...
Mas, preferiu se entregar, assim como os fracos e perdeu.
Aliás, vale a pergunta: quantos perdem e se entregam todos os dias mundo afora?
Por que – vale a pergunta – muitos conquistam sucesso no dia a dia e outros, no entanto, por mais que se movimentem nada atingem e acabam no ostracismo, na pobreza e deprimidos?
Afinal meu caro Bill – o falcão da comunicação da blogosfera – como se justifica isso?
O que estaria acontecendo com os valores e os princípios da humanidade? Será que grande parte dos viventes estão desiludidos? Não por falta de uma mulher com os predicados desta do conto, mas com o caminhar da chamada vida moderna, escorregadia, atrevida, politicamente incorreta e com atitudes de desfaçatez de nossas lideranças, a deixar dúvidas, tirando o sonho, a ambição e – perdoe-me! – até o tesão do homem da selva? Selva de pedra!
Será que esse rapaz – ó, coitado! – já não estava passando por essa síndrome da desilusão, em que até mesmo a mulher bonita, cheirosa, vistosa e com a carteira recheada amedronta?
Ou será que ele pensou? Posso ter tudo, mas perco a minha liberdade? Haveria como, enfim, unir o dinheiro farto da mulher bonita, cheirosa, vistosa sem viver numa jaula, como um mico-leão-dourado?
Pobre rapaz! Eu não queria passar pela agonia dele, quando respondeu “não” a bela donna...
Talvez eu também preferisse ficar velho e barrigudo, e ainda desdentado, pois quase careca já sou... à aceitar ser colocado numa jaula, mesmo que reluzente em ouro!
A liberdade não tem preço.
Só os covardes se vendem...
.-.-.-.-
Parabéns Teresa pelo conto!
.-.-.-.-.-
Caríssimo Bill
Para não dizer que não viajei na maionese...
Abs e “se entregue a felicidade, independente da beleza dela. Menos ainda, pela carteira. Afinal, só a liberdade nos dá a lucidez para ver e ouvir o canto do amor...”(AW)

Teresa disse...

hahahaha

por nada Billllllllllllllllllll

Mulheres, unidas, jamais serão vencidas kkkkkkkk

=*

Lih disse...

eu: passando pra conferir atualizacoes... humpf!..rs

bjinho!

Layla Lauar disse...

Legal a versão feminina do mini-conto de fadas, mas as duas versões me parecem mais o caso da raposa e as uvas verdes, mas valeu!

Bill, se ainda estiver interessado em colocar haloscan aqui, entre neste endereço, explica tudo de maneira simples e fácil, veja o vídeo, inclusive.

http://cilenebonfim.com/como-colocar-o-haloscan-no-seu-blog-passo-a-passo/

beijos e boa sorte.

Kyhetha disse...

HAHAHA
teresa, vc comandou!

Vingança! \o/

LUIZ SANTILLI JR. disse...

Olá Bill,

Grande réplica!
Gostou da solução do quebra cabeças!!
Abração

Luiz

PS>Nas duas historinhas os escritores se esqueceram de que o tempo passa para todos, ao mesmo tempo!!
O que despenca num, despenca no outro, mais ou menos na mesma época!!

Garota viajante disse...

UAHuHAuHAUhUahu

Eu tinha lido a versão masculina.

Mas a feminina tbm ficou muuuito legal.

Beijinhooos

=*

Magui disse...

Eu me lembro desse comentário e achei excelente.

Adri /Dri /Drika disse...

Kkkkkkk... bem moderno seu conto... rs Bju ;)

maristela disse...

Amigo, a barriga é A desgraça. E o ronco, não sei o que é pior.
bj

Anna Clara disse...

gostei tanto dessa versão.

*Fe* disse...

HAHAHAHAHAH
nao sei pq + eu gostei desse conto d fadas? Ai, ai, depois dizem q somos bobos por keremos uma vida d cont d fadas.... heheheheh Vou mandar certas pessoas lerem esse aki! OKoAKOKOKAK
Bjus, bom resto d semana!
XOXO

Betty disse...

As duas versões fazem concluir que bom mesmo é viver livre, leve e solta(o)... rs
Beijinho

Dominique disse...

Eu não vou rir, não vou morrer de rir, não vou me rasgar de rir, pois sou uma dama e de ar superior.
Mas que o riso está preso e é uma baita de uma gargalhada, ah, isso é!
E o motivo é muito simples. Infelizmente, é isso que aconteceria com uma boa parte da ala masculina se não aceitassem se casar. É... ser homem não deve ser fácil, não! rs

É ou não é, Bill, meu conterrâneo?

Bom, muito obrigada por pelo Dominus. Vou linkar seu blog no meu cantinho porque, com certeza, o Jornal da Lua é parada obrigatória na blogosfera!


Abração a ti e boa semana!


P.S.: Teresa arrasa mesmo!

Ana Paula disse...

Bem-feito pra ele!!!