lobo e lua

lobo e lua

10.1.08

Sertanejos são condenados a ouvir heavy metal

Patty Moon
A REPÓRTER MAIS ESPECIAL DA BLOGOSFERA!!! (E DO MUNDO TOOODOOO!!!!)


Na nossa última reportagem, abordamos uma questão ocorrida recentemente numa cidade do Sudeste brasileiro. Um juiz, que pediu para não ser identificado (com medo de retaliações!) , resolveu atender às inúmeras reclamações dos moradores, nervosos com os metaleiros do local, que ouviam heavy metal e rap com o volume no talo, em casa e também nos automóveis.

Nos últimos dias, com o sucesso da punição, diversas mães de metaleiros entraram na Justiça exigindo que o mesmo procedimento fosse adotado em relação aos ouvintes de música sertaneja. "É um absurdo nós termos que aguentar vizinhos ouvindo essas breguices no maior volume", disse Maria Stela Barros, mãe de um metaleiro. "Eu tive que ficar uma hora na delegacia, esperando meu filho ser obrigado a ouvir essas coisas horrorosas, amarrado numa cadeira, sem poder nem tapar os ouvidos. Agora, nós, mães de metaleiros, exigimos a mesma punição para os sertanejos!"

Ouvido mais uma vez por nossa reportagem, o mesmo juiz considerou justas as reivindicações das mães dos metaleiros: "Na minha opinião, bastaria que todos que gostam de ouvir música em volume muito alto usassem fones apropriados. Assim, eles ficariam surdos, mas os vizinhos não ficariam loucos!"

Com a nova lei em vigor, no primeiro dia foram presos dezenas de infratores. Levados para a delegacia, cada um foi obrigado a ouvir heavy metal e rap durante uma hora seguida. Na saída, todos juraram que nunca mais iam ouvir música sertaneja com volume alto, em casa ou no carro. "Foi a maior tortura de minha vida, dona repórter!", disse um dos condenados, depois de sair da delegacia. "Prefiro cavar a minha própria sepultura!"

Aliás, Sepultura foi um dos grupos que o sertanejo teve que ouvir. No mesmo volume que ouvia suas breguices sertanejas. Agora, são grupos anti-Carnaval que se mobilizam na cidade. De acordo com o líder da Entidade Contra o Carnaval! (ECCA!), Sebastião Catapulga de Orleans e Moreira, "se a gente ficar na cidade, vamos sofrer mais do que vizinhos de metaleiros e sertanejos. Carnaval não passa de uma bagunça oficializada. Quem tem grana, vai se mandar pra longe, onde não se ouve essa batucada infernal. Quem não tem, ó!!!!" Catapulga fez um gesto de "sifu", entenderam?

E assim termina mais um capítulo da emocionante novela que se desenrola numa agitada cidade do Sudeste brasileiro. Nós estaremos sempre alertas, em defesa de ouvidos agredidos por gritos infernais, lamentos brejeiros e toda sorte de poluição sonora que destrói, cada dia mais, a camada de ozônio e a nossa paciência! Haja saco!!!

22 comentários:

JuJu disse...

Só vim te desejar um bom fds!
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

Weird disse...

Por isso eu digo: Vivo o ecleticismo! =D (se é que essa palavra existe)

Patty disse...

Bill querido,

É isso aí, vamos nos mobilizar e começar logo uma campanha para que o governo faça uma “bolsa-fone-de-ouvido”. Assim, todos os cidadãos terão direito a escutar a música que desejarem no volume máximo sem que incomodem vizinhos e parentes. Da surdez a gente trata depois.

Como serviço de utilidade publica você deveria publicar o endereço e o telefone da Entidade Contra o Carnaval, eu agarantio que várias pessoas estão interessadas.

Só tem uma coisa, já que editor anda enchendo muito a bola da repórter, já é hora de discutir o aumento hein??? Hahaha

Beijos!!!

Leticia disse...

KKKKKKK
Métodos primários mais eficientes...

andre wernner disse...

Seu Bill eu gostei tanto dessa matéria que gostaria de lhe pedir ajuda em nome da nossa comunidade. Não aguentamos mais ouvir os pronunciamentos do tal ministro amantegado, digo, Mantega que fala um monte de coisas e depois vem aquele senhor barbudo, Lula né?, e desmente tudo, mas que depois, se confirma tudo, e nóis o povo “ó”!

Será que através do seu jornal que tem a força da lua, poderia nos ajudar? Afinal, esse chão de estrelas, hoje vermelhas de vergonha, está ficando minado, difícil de pisar e daqui a pouco, até de amar...

Se o senhor fizer essa caridade, vou pedir pro pessoal acender uma vela - uma não, dezenas de velas – em benefício da sua alma generosa e também patriótica. Afinal, sabemos que o Jornal da Lua não é fraco aqui na terra, né não?

Os outros? Bem eles a gente tem o hábito de botar na boca do sapo... hehehe

Obrigado e até a próxima

Mari disse...

Uiuiui... odeio carnaval, ecaaaaaaaa... queria ganhar na loteria e fugir pra Paris, hihihihi... mas como a grana ta curta, vou passar esse período no cinema, hihihi...
Bjs!! Feliz 2008

Teresa disse...

ah mas sertanejo ouvindo metal não eh tão engraçado quanto metaleiro ouvindo sertanejo neh? kkkkkkk

=*

Renata Rocha disse...

Oi,
Encontrei seu blog atraves do link no blog de uma conhecida !
Bom, o que dizer dessa reportagem?
São em momnetos como esses, é interessante ser surdo !
Abraços !

Kyhetha disse...

husahussahuhsa
gostei dessa ;D
posiam fazer isso aqui em cuiaba, mas pra aqueles crentes q "louvam" a deus ouvindo musica gospel no maximo. eu gosto de rock e ouço baixo pra nao atrapalhar ninguém, mas agora eu me rebelei e até faço dispuuta de som. HAUHAUHAUHA
xD

Mylene Ribeiro disse...

Haja saco msm hein Bill

Esses metaleiros e esses sertanejos que entrem em um acordo :P

Bjos

CesarAugusto@DR.com disse...

Seu Bill,
Vizinho de Blogsfera,
Deixo registrado meus cumprimentos pela criatividade.
Convido-lhe à bordo de nossa aeronave - a Nav's ALL: www.allmirante.blogspot.com

Sueli disse...

Ó pessoal, eu acho que esse juiz foi muito injusto. O pessoal da sertaneja deveria ficar pelo menos 12 horas ouvindo heavy metal para equivaler a uma hora que os metaleiros têm que ficar ouvindo música sertaneja ... rs

maristela disse...

bill. lembras da mãe de um dos Sepulturas? hehehehehe?
agora, fala sério: será que duendes existem e protegem os metal?
bj

O v e r l o o k a disse...

Billzis, sumido de mim!

Caramba, será que a questão é mesmo o estilo musical? As pessoas não têm noção de espaço, simplesmente. É tão triste ser Humana...

Nadezhda disse...

Quando é que vão adotar isso também nos rádios dos carros?

Porque o trânsito por si só já é ruim, e sempre tem aquele surdo, parado do seu lado, no sol de 50°C, com o rádio no último!

;)

Amanda Bia disse...

agora sim!!! não pode ser dois pesos e duas medidas! tem que ser a mesma punição à todos!
beijos!

LUIZ SANTILLI JR. disse...

Olá Bill

Agradeço sua visita!
Na velocidade que as coisas estão indo, meu neto aos cinco anos vai ter que pedir um outro quarto ao pai para guardar seu patrimônio digital!
Um joguinho virtual fica descartável a cada mês, imagine em cinco anos!
Vou torcer para que ele não colecione nada, apenas carros, que era meu sonho!
Não vai ser difícil, pois meu genro acaba de recuperar o Fusca 1972 que era do seu avô!
Abraço e até breve!

Lilah disse...

sou sertaneja...

me recuso a comentar!
xD

beijoo

Betty disse...

Tenho uma vizinha que só ouvia o tal do "pancadão", todos os dias, de 09:h até 15:00h. Eu acordava pontualmente com a primeira
batida. Pedimos, imploramos, e ela nem aí...

Outro dia me vinguei, liguei o som no máximo às 07:30h, as enormes caixas de som cuidadosamente colocadas na porta da varanda, viradas na direção do apartamento dela, repertório criado em mp3, umas 150 músicas no cd, desde italianas e francesas bem antigas até árias de ópera. Ah, já estava arrumada ao ligar o som, foi só fechar a porta e sair...

Ana Fernandes disse...

isso!
Minha vizinha tem que ser punida tbm! ninguém merece aquele forró-brega nojento!!!!

Sheherazade disse...

Bill,
PELAMORDEDEUS, não mexam no Carnaval! ... Afinal, são só três dias por ano, né? Quem não quer entrar na folia, por chatice ou amargura, que vá pra serra, pra praia deserta, pras cucuia, oras! Mas deixem aqui o nosso Carnaval!!!

Beijos foliões

Beth disse...

Vixi!
Um amigo meu tá precisando de uma motivação dessas!!