lobo e lua

lobo e lua

13.12.08

Festas e mais festas


Lana Esthevlana
COLUNISTA ANTI-SOCIAL


Já esqueci várias vezes que era meu aniversário.

Acordava mal-humorada, como todo dia, olhava pro teto... pra janela... respirava fundo... me espreguiçava e de repente ouvia vozes me dizendo "parabéns!" e pensava "puta merda! É hoje. "

Dia de aniversário, pra mim, é um pesadelo. Pô, você tem que sorrir pra todo mundo que te dá os parabéns, tem que ficar rodeado de pessoas. Afinal, elas querem ficar perto de você (?).
Esse ano, quatro dias depois do meu aniversário, um amigo meu chegou e disse:

- Seu aniversário é em maio?
- Não, é em abril mesmo.
- Ah, é verdade. Que dia mesmo?
- Dia 13.
- Caramba, me desculpa! Esqueci completamente!
- Menino, eu não ligo.
- Putz, que bom. Porque eu também não.

Sabe, não vejo motivo pra comemorações. É só mais um dia no ano.

Acho totalmente “narcisista” comemorarmos o dia em que nascemos. Como se isso tivesse mudado significativamente o rumo da História. Hahahaha. Minha família também adora uma festa! Nossa, não sei como têm disposição pra tanto!

Isso quando minha mãe não inventa de fazer festa aqui em casa. Que não é bem uma festa, mas uma reunião dos amigos dela e do meu pai. Bem, a questão é que ela faz toneladas de comida e faz faxina na casa uma semana antes.

Quando sei que vai ter alguma coisa aqui, me programo dias antes pra ocupar completamente minha semana. Pra fugir da faxina, da preparação da comida e da festa. Dia desses minha mãe chamou dois casais, amigos dela e do meu pai, para passarem o dia aqui em casa. Eles chegaram e eu não vi. Estava no quarto do computador. Daí fui terminar de me arrumar, porque estava de saída, e passei pela sala e nem me liguei de falar com eles.

Minha mãe me chamou atenção na frente de todo mundo! Terrível.

- Ô bichinho do mato, vai falar com o pessoal não?
- Ah, nem vi que eles estavam aí (!!!). Oi, pessoal. Agora dá licença que tô atrasada.

Eu sei, eu sei. Sou um poço de falta de educação, mas eu não sei ser falsa. Só quando é realmente necessário. E, sabe, pra mim, ali não era o momento de ser. Só esse ano eu já devo ter fugido de umas 20 festas. E isso só da minha família.

Certa vez, minha mãe me avisou da festa no dia. Daí eu tive que pensar rápido, né? Cheguei pra ela e disse:

- Poxa, mãe, eu já tinha marcado de sair...
- Ah, então, nesse caso, tudo bem.

(Ligo pro namorado)
- Oi! A gente vai se ver hoje, tá bom? Vem me buscar. Tchau.

E o Natal? O que mais me irrita com relação ao Natal é o fato de todos, durante mais ou menos uma semana, se preocuparem com o mundo. Só pra mostrar que possuem o espírito cristão, sabe? Ajudam os mendigos... Fazem o “Natal sem fome”. Como se somente no Natal as pessoas precisassem comer.

Daí milhares de pessoas se vestem de Papai Noel e saem distribuindo presentes pras criancinhas mais pobres. Poxa, ao invés de darem brinquedos, não seria melhor dar um jeito pra que elas tivessem um futuro decente garantido? Isso sim seria um Natal onde alguma mudança realmente válida seria feita.

Ainda nessa onda de bondade do Natal, vem o Ano Novo, onde todos desejam paz, um mundo melhor, onde não haja injustiça e nem esses crimes atrozes que vemos o tempo todo na TV.

Mas os desejos ardentes por essa paz tão grande só duram do dia 31 pro dia 1º. Depois, todos voltam às suas vidas, como se nada tivesse acontecido. Como se os pedidos tivessem sido de mentira.

Desprezível, não é mesmo?

A fantástica (e carí$$ima!!) Lana Esthevlana também pode ser encontrada aqui.

25 comentários:

Cinthia disse...

kkkkk
tava sem net em casa

maristela disse...

Bom. Ano passado tive um surto natalino e recolhi dezenas de vídeos com músicas melosas para saudar o menino-deus. Este ano, estou contida. Não o farei. E juro que continuarei antipática como todos os dias do ano! ps: clico, clico, no aqui para ir pra lana e não vai.
bj

EVD - off-life disse...

q blz de texto hein...me lembra q eu ia pra outro estado passar o natal soh,mas me forçaram a ir na minha avoh,pq tiraram até o amigo secreto da familia pra mim...kkk...

bom,boa sort ao pagar um curso d informatica pro mendingo da sé...kkkkkkkkkkk

evd

Patrícia Andréa disse...

"Acho totalmente “narcisista” comemorarmos o dia em que nascemos. Como se isso tivesse mudado significativamente o rumo da História." hahaha... Sensacional! Concordo (e mto).
Pra mim aniversário só serve como desculpa pra pedir desconto e dar umas desculpas aqui e outras ali...hehe...

Passa lá no meu blog q tem post novo!

Bjus e bom domingo!

Nathália disse...

Esse ano minha mãe tá jogando um verde que quer me levar pra igreja no dia 24.
Ai, eu num güento. Hahaha

Beijo, Bill!
E, vai, eu nem sou tããããão cara assim. Hehe

Tiffany disse...

olha, eu acho algumas comem orações fúteis, como o dia dos namorados, dia das mães, pais, faxineira, etc etc.

não ligo de fazer festa e ganhar presentes, contanto que as pessoas que eu amo me dêem parabéns!

ALF disse...

ah, mas receber parabéns de maneira sincera é sempre agradável. Pior é receber de maneira falsa. Hipocrisia não né.

E outra coisa, é melhor receber parabéns do que ser sacaneado. Por mais que não se goste de algumas coisas, é sempre bom relevar algumas, pelo seu teor, quando sincero é.

Também não gosto do natal. Também acho que não deviam existir dias comemorativos. Acho que todo dia devia se comemorar e fazer algo em prol do mundo. não apenas no Natal ou outras datas.

Abraços
;)

Only Bruh. disse...

Ah, eu tbm concordo q eh um saco aniversário. Pra mim tbm é um dia como qualquer outro, isso se não é esquecido por alguns amigos, oq é pior, porq vira um dia deprê pra mim, gosto que me desejem coisas boas.
Natal e ano novo viraram martírios. Fico em casa, simplesmente em casa, na net, qdo é fim de semana, vendo os serviços do google me desejarem coisas boas.
Qdo não é dia útil é horrível, nenhum lugar pra ir, nada pra fazer.....E aquela coisa de papai noel pra lá e cá, tô passando a não gostar dele.

Nadezhda disse...

Meu pai quando era criaça chegou a esquecer do aniversário. E pior, ninguém da família lembrou.

Minha família faz festa só no fim do ano mesmo, então aqui não temos muito esse problema ;)

carla granja disse...

olá amigo bill! eu concordo com todos os dias em que há festa :) pq gosto de receber presente :) mas agora falando a serio tmb acho um horror todo o mundo so fazer campanha de natal para as crianças,os pobres etc... ja k dizem que natal é todos os dias entao que ajudem todos os dias
Amigo,como ando oucupada com a venda do meu livro ,ja postei um poema de Natal para todos voçês e cá espero a tua visitinha :)
bjos e boa semana
...._.;_“.-._
...{`--..-.“_,}
.{;..\,__...-“/}
.{..“-`.._;..-“;
....`“--.._..-“
........,--\\..,-“-.
........`-..\(..“-...\
...............\.;---,/
..........,-““-;\
......../....-“.)..\
........\,---“`...\\
....._.;_“.-._ Terno beijo
carla granja

Sheherazade disse...

Quando era mais nova, adorava reunir os amigos e parentes pra me festejar (já cheguei até a fechar um bar, com música ao vivo e botei lá dentro 200 pessoas, só pra me homenagear); Hoje vivo tentando achar uma forma de fugir das comemorações, mas a minha família NUNCA me permite esse mimo.
Ah! Ia esquecendo de dizer que O-D-E-I-O que cantem o fatídico "Parabéns pra você". Isso, pelo menos, eu conseguí conquistar. Concordo em gênero, número e grau com a sua opinião sobre a hipocrisia que reina no mundo durante as festas de Natal ...Blargh!

Beijos ao Bill e à repórter, que meteu a boca no trombone.É isso aí!

°° Desequilibrada °° disse...

Ur! eu tmb!!
Não aguento quando faço alguma coisa "ruim" e chega fulanim me diz:
E o espirito de natal ow??
Ora mais!! Não é porque ta chegando natal, que vou ter que virar santa não colega!!
Se vc quer fazer o bem, faça o ano todo num é não? A gnt tem que ser a gnt mesmo o ano todo e num ficar fingindo que é bonzim so porque ta no fim do ano nao!!
=D

Yvonne disse...

Também tenho andado em uma fase totalmente desligada de tudo isso. Acho que cansei. Gostei demais.
Beijocas

Kamilla disse...

Eu gosto de comemorar meu aniversário, agora Natal e Ano-Novo eu não sou nenhum um pouco fã!

Natália disse...

É um ciclo né. Todo ano é tudo igual. As mudanças acontecem independente do recomeço de um ano ou não...


Bjos e td de bom!

Ciça. disse...

Aaah, eu adoro aniversário, natal, ano-novo! Gosto de tudo que é festa. euahueahea


:*

InvazOra disse...

Eu não me importo muito com essa "solidariedade obrigatória de fim de ano".
O que me deixa mais indignada é saber que tem gente que não faz nada pra mudar durante o ano, ai quando chega "a data maravilhosa" se abre todo e fica solidário ¬¬'

BitOokas'

Quase Trinta disse...

Eu tive minha época em q não gostava de comemorar aniversário.
Agora confesso que de uns 3 anos pra cá eu adoro. E comemoro em grande estilo.
Quanto ao natal e ano novo concordo contigo. É hipocresia o que muitos fazem. Nesse meio tempo de comemorações todos se tornam tão estranhamente bons...

Simples Assim... disse...

Não acredito em nada totalmente bom, especialmente quando se trata de nós, seres humannos. Hu-ma-nos. Exatamente por isso, a cada dia dou mais valor a momentos bons, gestos generosos, minutos de esperança. Seguindo esse raciocínio, não espero que alguém seja bom o ano todo, não espero que todos os amigos se procurem todos os dias, não espero que as pessoas lembrem de quem precisa diariamente. Por tudo isso, concordo que seja hipocrisia toda essa coisa de espírito natalino, meio cafona festa de aniversário. Mas aprendi a valorizar essas coisas. Eu acho que é melhor ajudar as pessoas uma vez ao ano do que nunca, melhor reunir os amigos e ser bem piegas que ficar sozinho num dia (que por mais que se queira crer no contrário não é diferente dos outros). Enfim, Hohoho... rs.

Patrícia Andréa disse...

Oi!

Só tô passando pra avisar q tem post novo lá no blog!!

Bjus!!

betty disse...

Sempre fui do contra, por isso não gosto dessas datas comemorativas desde sempre. Bom mesmo são as reuniões não programadas, do tipo: Que tal agora?
Portanto, Lana, só posso concordar e aplaudir suas opiniões.

Beijinho

odette disse...

Olá Bill,
O grande sonho da minha vida é entrar em catalepsia dia 2 de dezembro e só sair, lá pelo dia 10 de janeiro.
Pena que é só mais um sonho.
Abraços,
Odette.

Leticia disse...

Bill acho bobeira ser forçado se comemorar qualquer coisa , veja bem : se vc não sente vontade , se não está entusiasmado como comemorar?!

disse...

Veja bem, no meu caso (eu sou bem sociável e não é pelos outros é por mim) eu adoro festa, farra e encontros com amigos e tal, então não tenho problemas com festas e aniversários. Por mim eu ainda fazia festa todo dia de Desaniversário como o relojoeiro da Alice no País das Maravilhas.

Quanto ao Natal e Ano Novo é claro que rolam os sentimentos bonzinhos etal, mas também tem o capitalismo louco e tal. eu não gosto muito da formalidade das datas, mas gosto da festa.

E quanto a esquecer tudo no dia 02 de janeiro aí eu nãso concordo, até porque o ano só começa em março.

Bjo

Carolina disse...

Putz AMO dia do meu aniversário e deve ser narcisismo mesmo. Nunca tinha parado pra pensar por este lado, mas faz sentido. Mesmo assim permaneço com a alegria no meu dia. hahaha

Sobre Natal concordo plenamento sobre este desejo fugaz que surge de repente nas pessoas. Acho tão hipócrita isto e na maioria das vezes surge para aplacarmos a maldita culpa que temos perante os mais desprovidos. Que praticar o bem ? Quem sabe começa com pequenas ações durante o ano todo!Quer saldar a dívida de uma vez só para ficar de bem com a cabeça e alma.Pensamento bem cristão.

Muito bom o texto!
bjos meus