lobo e lua

lobo e lua

20.12.08

Evitar o Natal é um dos meus hobbies

Jânio OB
ENVIADO ESPECIAL AOS QUE NÃO GOSTAM DO NATAL

Se alguém der uma olhada pelas ruas, durante a noite do dia 24 de dezembro, pode ter a impressão de que ninguém está sozinho. Em cada quarteirão, dá pra se ver várias casas cheias de luzes coloridas e ouvir gritos de crianças. Poucos carros trafegam por avenidas, parecendo transportar pessoas atrasadas para alguma festa. Ninguém parece estar sozinho neste dia...

No entanto, um grupo de pessoas prefere trocar a ruidosa festividade familiar e o farto cardápio natalino por um filme, um livro ou um disco que não lembram a data nem de longe. Em uma rápida análise, alguns diriam que este grupo é composto por pessoas à beira da depressão, avessas a abraços e tapinhas nas costas ou traumatizadas pela figura carnavalesca do Papai Noel.

Mas, basta conversar um minuto para compreender logo que elas apenas não dão a mínima para o tal espírito natalino."Essa ode ao consumismo é muito triste", analisa Gudesteu Hostalácio. "Dar presentes, enfeitar a casa, toda essa alegria esquisita....não gosto. Acho ruim até as musiquinhas." Gudesteu prefere ficar longe dos pinheiros verdes e dos "jingle bells". "Gosto de ficar sozinho neste dia. As pessoas convidam, mas sempre dou um jeito para não comparecer a estas festas. Prefiro ficar em casa vendo televisão, mas quando aparece qualquer comercial sobre o Natal, mudo logo de canal."

Ele tentou convidar a mãe para, quem sabe, enfrentarem juntos a noite que ambos consideram um porre. "Mas não adianta...ela não vem mesmo". Já Apulcro Mambojambo diz que o pior é lidar com a neurótica expectativa das pessoas durante a semana que antecede o Natal. "É muito irritante. Para mim, é apenas mais um dia comum como os outros. Mas todos ficam doidos: a mãe desesperada com o tender, horário para servir a ceia, horário dos presentes...Ficar sozinho é muito melhor."

A cada dia 24 de dezembro, caso ninguém apareça com um inconveniente convite de última hora, Mambojambo consegue atingir seu objetivo com louvor: ficar em casa sozinho, ver um pouco de televisão, ler ou ouvir rock and roll."Minha mãe briga. Ela pergunta: 'Vai passar o Natal como bicho outra vez? Como se não tivesse ninguém?' Mas nestas festas tem sempre algumas pessoas da família que você não quer ver... Pô, e eu ainda sou vegetariano! Aquele monte de carne sobre a mesa durante a ceia não me diz nada!"

Mambojambo já atendeu telefone durante uma destas deliciosas madrugadas solitárias. “E para quê? Nunca mais! Tenho que inventar que tô doente, com alguma coisa contagiosa, senão cismam de vir me pegar...É ruim, hein?”

De acordo com Mario Persona (mariopersona.com.br), quem inventou Papai Noel foi a Coca-Cola. “Bem, o Papai Noel já existia antes, mas ele era magro. Só foi engordar mesmo na década de trinta, quando sua imagem foi contratada pela empresa que ainda não tinha inventado a Coca Light.

“A figura do velhinho barrigudo e simpático que hoje vemos nos anúncios foi uma criação do artista Haddon Sundblom, que, por sinal, era seu próprio modelo. Nariz e bochechas vermelhas deixavam claro que refrigerante não era exatamente a bebida preferida do modelo-artista”, conta Persona.

Na Bíblia, lemos que os Reis Magos foram até o menino Jesus em sua manjedoura e passaram a "adorá-lo, abrindo tesouros, ofertando dádivas, ouro, incenso e mirra". Dizem que a tradição das festas de Natal começou assim. Mas, para muitos (não parece, porém são muitos), tudo não passa de uma “festa comercial”, bem distante dos verdadeiros ensinamentos de Cristo.

34 comentários:

InvazOra disse...

Infelizmente hoje em dia o Natal serve para isso mesmo, consumo consumo e mais consumo.
O que me dá raiva é ver as criancinhas esperando o Papai Noel, é claro que eu já acreditei quando era criança, mas vê-las iludidas é realmente triste, ainda mais quando elas descobrem depois que o papai noel é um tio ou o avô, aquelas carinhas de decepção...
O pior é quando uma pessoas começa a fazer caridade, pqp, parece que os mendigos e crianças de rua só sentem necessidade de comer uma vez por ano, dá a entender que os coitados não sentem frio e fome nos outros 364 dias!!!


BitOokas

Arianne disse...

Nossa, é uma pena que as pessoas não tem consciência do que o Natal realmente significa. Mas ao mesmo tempo tantas pessoas esperam ansiosas só pra esse dia chegar logo, assim poderão rever amigos queridos e familiares.
Tá ótimo aqui! Adorei os textos!
Beijos!

°° Desequilibrada °° disse...

Ow, eu gosto do natal!!!
é epoca em que a minha familia se reune!!
Bom demaaaais!!
=D

Glutone Insanu disse...

Bem, na verdade, acho que a tendência das pessoas é esperar demais dessa data. O Natal pode trazer uma alegria ou outra, mas, não pode salvar o mundo das cáries!
Não sou defensora de seus rituais, mas também não consigo simplesmente virar as costas para essas "comemorações", por mais descabidas que sejam.
A força que o Natal tem sobre nós indiscutível: ele nunca passa por passar! Todos falarão dele em seus blogs, em sua roda de amigos ou trabalho, por mais que seja para "descer a lenha"!

Bill, cadê você?
Você está com muitos estagiários postando aqui, rs...
Que o Clube da Lua esteja e fique bem.

Sheherazade disse...

Caro colunista,
Você precisa me dar umas dicas de como fugir das comemorações do Natal, porque na minha família isso é absolutamente I-M-P-O-S-S-Í-V-E-L ... E olha que eu até já tentei, muitas vezes! Uma coisa que eu não consigo entender é como alguém que se chama MAMBOJAMBO pode não gostar de festas. Sim, porque eu, apesar de não curtir essa febre natalina que assola a humanidade, sempre me rendo a elas exatamente pela pândega na qual acaba se transformando. Se tem música, bebida e gente ... Tô dentro!
Só pra contrariar: FELIZ NATAL A TODA A EQUIPE!

Bruna *Lovegood* disse...

Natal eu tbm não gosto mto não.
Fico em casa, com meus pais, vivemos um dia normal, desejamos sim um feliz natal aos outros, temos nossa ceia à 3. Meus pais acham fogos de artifício e luzes de natal, boneco de papai noel em shoppin, lindo, especialmente minha mãe. Eu acho uma babaquice um monte de adulto ficar olhando bandinha de papai noel de brinquedo q fala num mega-fone no shoppin. É o cúmulo! Quem devia olhar isso são crianças de menos de 5 anos! E claro q elas sabem q papai noel não existe. u.u Eu nunca acreditei nele. Acredito mais na coca-cola.

Nadezhda disse...

Nunca tive problemas com o Natal. Sempre gostei. Antes esperava mais, mas hoje o dia chega e eu nem vejo direito. Mas comemoro com a minha família da mesma forma.

;)

EVD - off-life disse...

o q?brincadeira vcs hein?eu nem vou falar d natal no meu blog...pq eu tava d malas prontas pra maringá(acreditem,eu nao tenho parentes lá,e nao conheço ninguem lá,e moro em sao paulo.mas me deu uma insana vontade d ir para lá,bem no natal...), e meus parentes conseguiram me barrar d dar um papelzinhu(agora plastificado,para vc nao eprder e esquecer seu parente querido)q continha o nome do cidãdão a quem eu sou obrigado socialmente a comprar algo d presente(e nada d ir no brecho,no sebo ou na "ching ling store",coisa boa).bom,enfim...como bom catolico,amo o natal por ser um tempo em que lembramos da vinda de Jesus, do nascimento d'Ele apesar das dificuldades(já que o imperador mandou matar TODAS as crianças da idade d'Ele,e Ele nao tinha com quem jogar futebol na rua....),mas...pelos presentes...e o bom velhinhu(q um dia foi um bispo alemão acho,e agora anda de verde e é garoto propaganda da "Dolly" company)...hauhauahua...dxa pra lá né...^^.

abraço pra galera aew...

evd

Patrícia Andréa disse...

Ah, eu tb já cansei d comemorar natal, ano novo... Na verdade, nunca realmente gostei pq nunca achei algum significado d verdade (consumismo a parte)... Sou mto diferente msm... hehehe...
Mas as coisas estão cada vez piores: todo mundo só quer saber de comprar e as chamadas "boas ações" só ocorrem msm nessa época do ano... Vai entender!

Passa lá no meu blog q tem post novo! Provavelmente o último do ano!

Bjus!

Cadinho RoCo disse...

Depois que vivi o primeiro de janeiro de 2001, mudança de século e milênio, e percebi que o dia era como outro qualquer, percebi que da fantasia ao delírio a distância não chega a um passo.
Cadinho RoCo

Bela disse...

é chato que hoje em dia algumas pessoas resumam o natal em uma data materialista, mas eu discordo totalemnte daqueles que odeiam o natal em todas suas formas, existem lugares, como na minha familia, que o natal é celebrado com muiita alegria e se torna um oportunidade de encontrar a familia toda (cerca de umas 40 pessoas) e fazer aquela bagunça!
eu amooo o natal, e gostaria que outras pessoas também tivessem a oportunidade de aproveita-lo como eu aproveito

beijos

Amanda Bia disse...

eu até faço as comprinhas, acho bonitinho as luzinhas, mas confesso que não é a época do ano que mais gosto. é irritante!
beijo!

LiLi disse...

eu adoro o natal e não culpo quem não gosta.
realmente natal é pra dar lucro e nada mais. resta a uma pequena parcela de pessoas manter o verdadeiro sentido da data. triste mas é a realidade
beijos!

JuJu disse...

A temática desse post é bem parecida com a do anterior, né... Na verdade, esse não é um problema só do Natal: O consumismo adentrou tanto a vida das pessoas que já impregnou em tudo!
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

Dora disse...

Mas ora vejam só! Eis que não me encontro sozinha nas minhas opiniões sobre Natal e afins. Decididamente não tenho muita paciêcia para isso. Não gosto. E pouca gente compartilha disso... mas eu também não iria multar o pobrezinho do Papai Noel, afinal ele também é uma vítima do consumismo exacerbado, não é?! Rs rs rs... ah! e vai ver que o guarda lá... não teve infância...
Abraço grande e boa semana!!!

Luana H. disse...

Sinceramente? Não gosto de extremismo...Tudo bem que o natal se tornou, para a maioria, uma data comercial. Mas e para os outros?
Não vale um momento com a família?
Sou católica,acredito verdadeiramente no natal, vou a missa de Natal mas tbm compro e ganho presentes. E tenho certeza que Cristo não se sente ofendido por isso.
Desculpa o jeito meio atravessado, mas é que já ouvi tanta bobeira sobre esse ''natal comercial'' que as pessoas vêm pregando, que isso me irritou!


Beijão, querido!

Bridget Jones disse...

Gente, eu odeio mesmo o NATAL.

Depriem de uma forma que eu só consigo me recuperar de verdade no ano Novo, em que ficar meio de pilequinho é bem mais louvável...

Bjos

Deise Duarte disse...

Eu faço parte do time que feteja e brinda e dá gritinhos quando chega o Natal.
Sei que isso é insano, assim como escrever uma carta com a esperança que o Papai noel finalmente LEIA e mande o eperado presente... mas eu gosto dessa pseudo felicidade que acolhe a tantos nessa época do ano.
Coloco o menino Jesus na arvore de natal no dia 24 a noite e digo que o Papai Noel só deixa presente para quem lembra de Jesus o ano todo. É minha maneira de disfarçar meu ataque consumista inevitável na semana que antecede o Natal.

Não sei a qual grupo tu pertences, mas de todo modo Um bom Natal e Obrigada por comentar. ;)

maristela disse...

Tudo bem, concordo com cada versão e aversão ao Natal. Este ano já fiz um progresso: não comprei presente pra ninguém! Mas acho que vou comprar pro dia de Reis!!!!
Bill. É um pé, mesmo, toda esta obrigação. Saaaaaco.
Agora, isso não quer dizer que você escapa da minha home-nagem no blog.
Azar teu! Caiu nas minhas graças, bem feito.

Nina Vieira disse...

Na verdade, vivemos na era do Natal d.C. - depois do capitalismo. sim, porque depois dele, tudo que se vê é uma enxurrada de consumismo assassino q chega a dar medo. Natal eh sinonimo de comercio.
E na casa do Senhor existe sim Satanas.

Dayane disse...

Eu não comemoro o Natal tbm.E é verdade,o Papai Noel foi uma invenção da Coca-cola.

Jessica Lane disse...

Ahh Bill, não vale poxa. Iria aparecer aqui com mais calma e te escrever um comentario decente mas vc apareceu primeiro...

Obrigada pela lembrança de sempre, fico meio sumida do blog e sempre que me lembro dele vc é um dos que eu quero visitar e ler comentario!
E olha, temos pensamentos conjuntos. Incrivel a simpatia dos idosos né? Dá um banho em muito jovem que vende saude.

Essa sua ultima postagem tá bem bacana, "Evitar o Natal é um dos meus hobbies TOO". Sou meio avessa a essas datas ainda mais quando usam algo tão simbolico como o nascimento de Cristo para uma "festa comercial" como vc comentou!
Gostei das suas ultimas postagens, passei um tempão lendo.
Até a proxima Bill!!!
Beijos!

Yvonne disse...

Querido, apesar de tudo eu gosto do Natal, mesmo tendo perdido um pouco o que era.

Bill, vou ficar um tempo fora da blogosfera, visto que o meu netinho virá para cá, então quero desejar a você e a todos os seus um Natal maravilhoso e um ano de 2009 repleto de muitas alegrias.

Beijocas carinhosas e até janeiro

Liquificadorizando disse...

Compartilhando da sua opinião (e da maioria) que o Natal comercial eu desejo a todos boas festas! rs

Bjs

Gabi disse...

Cara, call me grinch, mas eu ODEIO o Natal. Ontem fui no shopping comprar um sorvete e quase morri pisoteada por aquelas pessoas ensadecidas à cata de presentes.

Mandy disse...

Poxaaaaa...

Evitar o natal?!

o pior é q acho q muita gente evita essa data, principalmente quem mora sozinho...
Ainda não é o meu caso, apesar de não achar uma data muito divertida, ainda curto o natal...

^^

BjO.

Dora disse...

Sr. Bill Falcão! Obrigada pelas palavras recheadas de gentileza e entusiasmo. Claro que pode deixar meu nome (ainda bem que é uma lista de bom material... RS RS RS)... é na verdade uma grande honra. Que bom você ter gostado da Radio Net... tem muita coisa legal lá mesmo...
E aproveitando, desejo um Natal cheio das coisas que você mais gosta (ainda que seja a ausência de “motivos” natalinos). De qualquer forma, por ser uma data reconhecidamente diferente, aproveite-a do melhor modo possível. Torne-a singular.
Um cheiro grande.
Ps.: Ah! Pode deixar que vou ficar de olho nos seus posts... entre sábados e segundas...

Dama de Cinzas disse...

O mais chato do Natal é ter que ficara abraçando gente que vc não tem a menor intimidade como se fosse um grande amigo seu e desejando coisas que vc nem pensa... affe...

Bem como receber a ligação, como nesse minuto, daquela amiga que não dá a mínima pra vc o ano todo e vem limpar sua consciência no Natal!

Preciso de uma cerveja urgente!

Feliz Natal pra vc que vc merece... eheheh

Beijocas

Tatah Marley's Confissões disse...

aaaah, ADOREI ESSE TEXTO!
Reflete bem o sentimento que tenho pelo Natal este ano..
Claro que aquele espirito do nascimento de Cristo NUNCA vai morrer em mim, mas o consumismo, os tais dos presentes (que eu confesso, ainda tenho uma certa queda ¬¬), e todo o marketing por trás disto, me dá nojo.
haha.
definitivamente vce sim merece um feliz natal! [2]
beijinhos!
;*

Arianne disse...

Obrigada pela visita! :D
Já comentei nesse post. hehe
Beijos!

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................

ALF disse...

Só tenho a concordar com o texto.
Disse tudo.

;)

Abraço

Nathália disse...

Ontem mesmo eu estava me perguntando: Por que que tem que ter natal todo ano, meu Deus!!

Uma chatice.

Kamilla disse...

Bill, vc já sabe o tanto q eu amo Natal. Q aliás, faz uma ano q nos conhecemos, já q o primeiro post q vc leu de mim era de Natal, não era?
O tempo passou rápido, né?

Beijoss