lobo e lua

lobo e lua

27.12.09

A Filosofia como remédio

Dr. Mijaro Nomuro
DESEMPREGADO

Comprei um livro sensacional, "A Filosofia como remédio para o desemprego", de Jean-Louis Cianni, Editora BestSeller, baratinho, 18 pratas, até um desempregado pode comprar.

O autor tinha um baita emprego numa firma francesa, mas foi demitido. Pra família pensar que arrumou outro emprego, acorda todos os dias às 6, toma café e às 7 já tá no escritório de sua casa, com o computador ligado, para despistar, mas, na verdade, fica lendo e redescobre os livros de Filosofia de sua juventude, associando os antigos ensinamentos à sua precária situação atual.

Eu passei a fazer coisa semelhante, de uns meses pra cá. Minha mulher passa, me vê no computador e pensa que eu tô trabalhando.

Uma vez por dia, digo que vou atender um cliente. Vou é pra padaria, que tem várias mesas e lá faço um lanche demorado, enquanto assisto à sessão da tarde.

Depois volto e levo meu cão Nick pra passear pela cidade, ao anoitecer.

Meu psiquiatra me perguntou se eu queria que ele aumentasse a dose do remédio, mas eu disse que não. Só fico deprimido quando penso nas minhas sempre adiadas férias na Itália, ou na Praia de Copacabana, mas essa sensação só se acentua às segundas. No resto da semana, sigo a programação normal, sem grandes transtornos.

Gostaria, sim, de conhecer a Itália, desde que vi meu primeiro filme com Claudia Cardinale. Deve ser uma beleza ver de perto aqueles monumentos, o Coliseu, a Fontana di Trevi, Veneza e seus canais, Florença e seus museus, Sophia Loren e Maria Grazia Cuccinotta.

Como sempre fui pão-duro, posso me dar ao luxo de viver uns tempos sem salário, mas visitar a Itália agora me parece uma insanidade.

A única coisa que cortei das despesas foi a renovação da assinatura de uma revista. Não vou cortar a TV a cabo, ainda mais agora que "Combate", minha série favorita na infância, voltou ao ar pelo TCM, com um episódio no sábado e outro no domingo. Não perco nenhum e ainda gravo tudo.

Fui tentar minha aposentadoria, mas a dona que me atendeu lá no INSS, enquanto espirrava laquê no cabelo, doida pra ir embora, foi logo avisando que eu ia receber uma merreca por mês, "culpa do Fernando Henrique":

- Quem se aposentou até 1998 tá numa boa, colega! Depois disso, sifu! Um mendigo de porta de botequim fatura mais que um aposentado. Quer um conselho? Vai lavar pratos, fazer alguma coisa até os 65 anos, ou então roube um banco.

Trouxe essa dúvida pra casa. O estranho é que, à noite, passou "Como roubar um milhão de dólares" na TV a cabo.

O que foi mais um motivo pra não cortar minha assinatura. Anotei umas dicas. Agora só falta saber o que vai dar no meu teste vocacional. Vou começar tudo de novo, já que não existe emprego na minha área, então vou tentar ver se sei fazer outra coisa. A mulher que me atendeu, olhando pra minha cara de quarentão ("que retardado!"), disse que deve conseguir marcar pros próximos 20 dias.

Eu espero. Não tenho nada pra fazer mesmo.

Bom, vou continuar lendo o livro. Que recomendo!

Dr. Mijaro Nomuro trabalhava com o dr. Fugiro Nakombi. Mas os dois foram demitidos.

54 comentários:

Desabafando disse...

kkkkkkk....adorei o divertido post.

Dama de Cinzas disse...

Bem interessante! Não digo que concordo, mas é uma possibilidade dependendo das circustâncias... Compliquei? rsrs

Beijocas

ALF disse...

hahahahahah

O interessante é a perspectiva.
Não sei se daria certo comigo. Certas atitudes só cabem à determinadas pessoas. rs

Divertido.

;)

Abração Bill.

Feliz 2010.

B. disse...

Nossa fiquei curiosa pra ler o livro agora !!!
Parece um ep dos simpsons que vi um dia desses!

Lu Dantas disse...

Ô vida dura no nosso Brasil! Além do desemprego que chega para muitos, a aposentadoria é uma vergonha. Quem passou dos 40 então, quase não serve mais. O bom é perceber que muitas pessoas não se deixam abater e começam tudo de novo. É fácil ver como tem brasileiro por aí...que não desiste nunca! E a vida tem queser assim mesmo!

Bjs

Ágatha Alves disse...

Mais é assim, eita desemprego neh mesmo. Mais é isso se aposentar nos dias de hj é tipo ganhar merreca e se virar com akilo, coisa q muitas veze sn da né.
Achei legal o texto hehe.
O livro parece ser bom, fiquei curiosa pra ler, se eu axar, sou uma negaçao pra encontrar lkivros, é rsrs.
__
Sobre o coemntário
Po bill te deram um pernil estragado? que mancada ehm.
NOssa imagino oq aunto vc deve ter ficado mal...
Meu pai sempre ganha esses troços ai do serviço, mais nunca como, minha mãe n é muito de fazer eles rsrsrs.
Melhoras ehm, e faça o mesmo coma pessoa q te deu hahaha
a vigança smepre é plena rsrsrsrs
brincadeirinha

beijão

Patrícia Andréa disse...

Olá!
Tô passando pra desejar um Feliz Natal meio atrasado, e um Feliz Ano Novo adiantado ;)
Bjus!

? disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
? disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diego? Glommer? disse...

hahaha.

Talvez uma viagem light para a Itália, mesmo que insana, sirva para melhorar os animos do nosso amigo.

Abraços libertários!

? disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Laís disse...

Nossa,com um esquema desses pra esconder seu desemprego,ficar sem trabalho pode até não ser tão ruim...Terrível mesmo é ter que adiar mais uma vez uma viagem pra Itália.
O livro deve ser bem interessante,vou tentar achar.
beeijo,feliz 2010 :D

Carolina disse...

Bill meu amigo
Tadinho de ti, quer dizer que o pernil estava , realmente, bichado, é?

Te cuida, viu?
E por favor nada de sólidos na virada, só líquidos, dos bons. rs

Um ótimo 2010!
Inté o ano que vem
bjão

Cadinho RoCo disse...

Aprendi com um amigo de muitos anos que para não enlouquecer e ter de pagar uma nota para o psiquiatra, larguei tudo e vim embora pra praia. O duro é quando tenho de voltar para BH porque ainda não dá para um total desvencilhar que persigo com insistência.
Cadinho RoCo

Sandra Timm™ disse...

Muito bom o post. Ri prqa caramba enquanto me via nessa situação.

Não desempregada [ainda] mas depois de um semestre inteiro em licença-saúde, tenho náuseas ao pensar que agora estou em férias, mas elas acabarão logo e, segundo os sonsultados: a advogada, o psiquiatra e a auditora do Estado, é unanimidade que eu não posso fazê-lo ainda...

Ainda bem que não sonho com uma viagem pra Itália. Mas uns dias no litoral catarinense se tornam a cada dia, um sonho ainda mais distante!

Nathália :) disse...

kkkkkkkkkkkk

ri muuito dessa tirinha!

Dama de Cinzas disse...

Oi Bill!

Bem... tive que voltar por causa do seu comentário no meu post "Feliz 2010!"... eheheh

Confesso que seu comentário me surpreendeu, porque eu estou sempre achando que as pessoas esperam um comportamento mais "normalzinho" meu, e quando tenho um, acho que agrado a todos... ahahah... É sério, eu sou muito estranha pra esse mundo e toda essa minha diferença acaba me deixando mais isolada do mundo do que participando dele...

Não vejo sentido em tantas comemorações, sentimentos e sensações da maioria das pessoas que quando vejo graça em uma eu pulo de alegria porque enfim me tornei humana.... eheheh

Essa época de Natal e Ano Novo eu gosto pela energia boa que sinto, talvez um registro da minha infância que tenha ficado. Gosto mais no Ano Novo, porque tem essa coisa da esperança de que algo de bom está por vir e tem menos consumismo que o Natal... O consumismo do Natal é algo que é completamente estranho pra mim, e aí mais uma vez me sinto uma estranha no mundo!

Vc entende onde quero chegar? Quando consigo gostar de algo que muita gente gosta, eu gosto de gostar daquilo, porque faz com que me sinta participando. E quando gosto de coisas que ninguém gosta, me sinto isolada, e acho isso ruim...

Meu ex dizia que eu precisava me aceitar diferente. Acho que fiz um grande esforço pela minha vida pra me aceitar, mas volta e meia eu tento me encaixar, sem muito sucesso... eheheh...

Acho esquisito quando sinto que é natural um comportamento que todos acham absurdo. Quando falo coisas que chocam as pessoas sem ter sido essa a minha intenção...

Enfim estou buscando a grande delícia de ser diferente... rs... Vejo tanta gente querendo ser diferente e pra mim esse é um comportamento que tb não entendo... rs

Bem... Espero que vc tenha me entendido, porque já fiz quase um post aqui... ahahah


Beijocas

Dama de Cinzas disse...

Ahhhh! Esqueci de dizer, que adoro vc e seus comentários! Vc está no rol dos meus comentaristas prediletos! Quando vc aparece no meu blog sei que vou abrir um sorriso! eheheh... E amo seu blog!

Beijocas

carol sakurá disse...

Subversivo e muito interessante!

Feliz 2010!
Grande beijo!

Carol Sakurá

lpzinho disse...

Olá Bill!
Mto bom.. mto bacana o post...
Aliás, achei que em algum momento o texto ia entrar pra um lado meio amargo, talvez meio deprê e quem sabe em função do novo ano, Natal q ficou pra trás e enfim esta época do tempo que faz as pessoas mergulharem em risos compulsivos ou choradeiras sem fim...
MAS NÃO... um altíssimo astral comandou a coisa toda!
O livro deve ser bem interessante mesmo, tá anotado.. preciso comprar um CD pra dar de presente pra minha amada heheh e ele só vende em livrarias.. vou aproveitar!
E esta coisa toda.. a grande mensagem do livro e mais ainda, do seu post de certa forma é um pouco da minha história. Depois de td q me aconteceu, restou-me dar aulas e trabalhar por conta própria o que para alguns era estar desempregado... E na minha cabeça, era um momento que equivalia ter dado passos atrás, regredido... Mas hj vejo que não. Me penalizo em ver tanta gente em congestionamentos, entupidos de stress indo trabalhar e passando 4 horas de seus dias travados, tensos, nervosos... mais 6 ou 8 horas em seus escritórios sem poder sorrir, reclamando sistemáticamente do mundo, da vida, do trabalho e esperando os finais de semana.
Não tenho td q amo, mas amo td q tenho é uma frase mais do que perfeita. Meu padrão de vida caiu... não dá pra ir pra NY todo ano mais ehhehe mas quem disse que será assim pra sempre. Né?
Um abraço e mta admiração pelos teus textos, pela pessoa que vc é! Um excelenteee 2010!!!!! E se cuida amigo!!! =) Abraços e obrigado pela amizade blogueira!

E.Suruba disse...

opa! que livro barattoo e bom é comigo mesmo! Os beatles foram crucificados uma época mesmo! mas um dia! respeitarão a lady como o respeitam!
rsrs
.
.

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

sei na pelo o que é icar sem emprego, este ano fiquei oito meses é foi complicado...
feliz 2010

Nerfethyty disse...

Esse "Como roubar um milhão de dólares" é filme? Se eu não ganhar na Mega da virada acho que vai ser muito util pra mim! Eu não to desempregada mas adoraria (tem louco pra tudo ne xD).
E tentarei procurar o livro o/
.
.
.
Bjocas

Kamilla Barcelos disse...

Acho que esse foi um dos melhores textos que já li aqui no blog.
O dia que eu ficar desempregada talvez eu siga muitas das dicas, aliás eu nunca tive um emprego, devo estar fazendo tudo isso sem nem ver!

Simples Assim... disse...

Bill, querido, a correria foi grande mesmo, te explico melhor por e-mail. Já tô no Rio e agora tenho uns dias de férias. Eu vi que o conto que publiquei é um dos que você separou, confio no seu bom gosto... rs.

Quanto à "filosofia curativa" (ou seria melhor "curativo"?) pode ser uma sugestão pra mim também. Teste vocacional tá fora de questão. Vai que me dizem que tenho talento pra cineasta ou piloto de foguete. Aí eu ia correr pra tv a cabo e ver se encontrava "Come back to the future"... rs.

Bjs, querido.

Memórias de Donha Baratinha disse...

Oi Bill, blz?
Estou passando pra desejar um Feliz Ano Novo, muita sáude, paz, amor, dinheiro e tudo mais de bom!
Bjuxxx

Mandy disse...

kkkkkkk

Vc fica só enrrolando sua mulher né Billdando uns "passeios"... rs

Interessante o livro!

Querido um ótimo 2010 pra você!!!

BjO

Letícia disse...

uashuahsuahsuahsuahsuahush
#euri lendo. se bem que é mais ou menos isso que acontece na vida de um desempregado. u.u

Mandy disse...

Bill como sempre muito gentil!!!
Obrigada querido pelos elogios. Fiquei até vermelha... rsrs

Pode deixar q vou manerar sim nas cervejas! hehe

Bjoooooo

Milena' disse...

nossa, essa rotina dele dói só de ler. detesto ócio excessivo, ahauahauahauahua
:* e Feliz 2010!

kée disse...

eahauheuhau sessao da tarde ninguem merece :B que rotina mais triste o/
=*

Fernanda Magalhães disse...

Passando rapidão pra te desejar felicidades e conquistas positivas todos os anos da tua vida.

Em 2010 continuamos juntos!!


Beijos na alma

. disse...

Achei a história do livro muito interessante. Vou ver se acho em algum sebo para comprar. ^^

Beijoos.

Luana H. disse...

Cômico se não fosse trágico!

Obrigada pelos parabéns, querido.
^^
Sou uma criança grande agora.

Um ótimo 2010!
Beijããão.

Fran.ciellen :) disse...

HAHA. Ri da tirinha e fiquei curiosa (como os outros acima) pra ler o livro *-*

Pamela disse...

Arrumar um emprego nos dias de hoje não é fácil, sejamos sinceros... POLÍTICOS SÃO TUDO UNS FDP SORTUDOS, sortudos mesmo, mas são FDP --' Enfim, fazer o que em tempos como esse? =/

Quais são as dicas pra roubar um milhão de dólares? UHAUSHAUSH
feliz ano novo :D

''Tay' disse...

Adorei o seu blog,
to seguindo.

Feliz Ano Novo.

bjus =*

tossan® disse...

É muito difícil essa situação é a pior coisa que já enfrentei na vida. É humilhante e desesperador. Só há um remédio se o sujeito for capacitado e especializado...Tomar coragem e sair do país. Bela postagem! Abraço

Barbara disse...

Pura e intensa filosofia.
Grata pela aula e pelos instantes de (meu) bom humor ao te visitar.

Gabi disse...

Adorei esse post, mesmo.
Deu até vontade de ler o livro.

Tha ! disse...

Adorei o post , mas vc tinha que passar as dicas de como roubar um milhão de dolares . HAHAHAHAHAAHA'

Obrigada pela a dica das ferias la no meu blog ,
beijoos mil ;*

Daninha disse...

É a Itália deve ser linda, mas ainda prefiro conhecer a França *-*
Ah legal teu blog, to lendo ele :D
Feliz 2010 Beijos

Juju disse...

Teu post me fez dar altas risadas^^

ótimo 2010!

Beijujubas

.Txia. disse...

CARA! esse deve ter sido seu post mais comentado, porque demorei anos pra chegar no final :o

quanta gente que se identifica com o desemprego, hein? xD
e, rapaz, demorei pra entender que era disso que tu tava falando ! acho que é isso o que dá ficar lendo muitos blogs de uma vez só, dá um nó na cabeça.
bom, entao, acho que nunca passei por isso, ainda nem trabalho!!!
huhuhuuh

feliz ano novo, irmao!

Fee disse...

Amanhã, depois de ter conhecido BH, que é linda, depois de ter visitado cachoeiras no estado do Goiás, voltarei às paredes brancas do escritório que me faz pensar que vivo sob condicional, saca!! Credo. Acho que estou com sentimento de depressão. Credo! Bill, não sabia que vc era mineiro... ahahaha, nunca li seu perfil, foi mouses!! Da próxima vez, eu te procuro.
Beijo :o)

Thais Reis disse...

Adorei o post,bem divertido!
bjos bill e até o próximo post

kée disse...

se Paulo Coelho consegue é pq nao é impossivel =]
:*

Anna disse...

Gostei do post. Confesso que não ficaria infeliz se todos os dias pudesse tomar um café demorado na padaria assistindo Sessão da Tarde. E assistir Como Roubar Um Milhão de Dólares a noite.
beijos

Cinthia Bittencourt disse...

Me esqueceu foi bill?

Flavio Pinheiro disse...

O tema é depressivo, mas o post conseguiu ficar em alto astral.
Abraços.
Flavio Pinheiro.

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

sei o drama do desemprego, fiquuei oito meses em des-prego

Ana disse...

Sabe, tem um episódio dos Simpsons que fala disso... nao sabia do livro do frances, mas lendo o post lembrei de imediato do episódio.

nao sei o qual...

mas vc deveria ver.

bjao.

Mary West disse...

ahh eu tenho crises, as vezes gosto e as vezes gostaria e muito de levar uma vida mais Paris Hilton.

Mirtes disse...

Estou fazendo parte dos desempregados agora, só faço trabalhos temporários, baseada no filme talvez assalte um banco e vá morar em New York rsrs. Adorei a postagem...

bjssss